Crie um atalho do M&E no seu aparelho!
Toque e selecione Adicionar à tela de início.

Blogs / Turismo Digital

Como escolher um influenciador digital para o turismo?

Sabemos que todas as etapas da jornada de compra do viajante de lazer ou corporativo passa pelo digital. As redes sociais tornam-se cada vez mais importante para a tomada de decisão dos viajantes, que estão em busca de inspiração e sugestões de experiências e serviços turísticos.

Os influenciadores digitais são pessoas que manejam super bem as plataformas digitais e têm o poder de influenciar sua audiência. Utilizam sua reputação para indicar produtos, serviços e lugares. Até pouco tempo atrás, este papel era restrito às celebridades de tv, cinema, etc.

Os Influencers costumam ter elevado número de seguidores por oferecer conteúdo relevante ao público alvo em plataformas como Instagram, YouTube, Facebook, blogs, sites etc. No turismo, eles têm conhecimento desse processo e sabem da importância desses recursos para despertar o interesse dos viajantes na escolha do destino de férias, hotel, atrações, etc. Mas, para que possam trazer resultados significativos para as marcas do turismo, é necessário estabelecer objetivos de marketing e atentar aos seguintes aspectos:

Audiência

Se o principal objetivo da marca é ampliar sua audiência, é essencial observar qual o influenciador é seguido pelo público alvo desejado. Entender a audiência de cada influenciador e o impacto que ele pode propiciar é fundamental para conquistar o público correto.

Existem casos de operadoras que contrataram Youtubers famosos, com milhões de seguidores com idade e desejo de conhecer os parques da Disney, mas sem poder aquisitivo para fazê-lo. O trabalho do influenciador gerou frustração para a audiência, que não teve acesso ao produto. E ainda demandou centenas de orçamentos à operadora parceira, que não conseguiu converter essas vendas.

Portanto, certifique-se de que há equivalência entre o influenciador e os potenciais clientes que sua marca pretende atingir.

Qualidade do conteúdo

A maioria dos influenciadores digitais atingiu autoridade no mundo digital em função da qualidade de seus conteúdos. Eles podem escrever, fazer vídeos, gravar podcasts, fazer tutoriais, e etc, contudo, independente do formato do conteúdo, é necessário ter afinidade com a campanha a ser criada. O posicionamento, a linguagem, a apresentação, a qualidade das imagens e vídeos são essenciais para atingir os resultados esperados.

Os influenciadores do turismo são bem criativos. Existe até um perfil que mostra os destinos turísticos num pulo, uma forma inovadora de chamar a atenção dos usuários das redes sociais que estão acostumados com as fotos incríveis de destinos maravilhosos.

Engajamento

Ter milhões de seguidores nem sempre significa grandes conversões. Alguns estudos mostram que micro influenciadores geralmente apresentam melhores taxas de conversão que os mega influenciadores.

Ser popular não é sinônimo de engajamento. Ao escolher o seu influenciador digital, verifique a interação com seus seguidores.

Investimento

Qual o investimento e taxa de retorno do influenciador? Quanto custa a parceria? E a campanha toda? É fundamental definir orçamento e definir preço de acordo com as entregas. Também é recomendável negociar e estabelecer no contrato o número de postagens, formatos, horários, etc.

Parcerias

As parcerias com marcas que buscam atingir o mesmo público alvo, mas com produtos complementares, são sempre muito bem vindas. Além de ratear os custos, as postagens ficam mais interessantes e atraem mais atenção. Destinos podem estabelecer parcerias com convention bureaux, hotéis, restaurantes, etc.

Ninguém questiona o poder que esses profissionais exercem nas redes sociais. A questão que se coloca é definir o melhor influencer para cada campanha de marketing digital.

Receba nossas newsletters