Crie um atalho do M&E no seu aparelho!
Toque e selecione Adicionar à tela de início.

Tecnologia

​Pesquisa revela que 43% planejam sua viagem online; detalhes

.

.


O Kayak realizou um levantamento para entender quais são os hábitos dos viajantes na hora de pesquisar uma viagem online. Entre os dados estão: os destinos mais buscados por cada tipo de plataforma (tablets, celulares e computadores), categoria de hotéis, tempo de pesquisa, valor disposto a gastar, os dias da semana de maior procura e as diferenças entre usuários de Android e iOS (iPhone).

Plataformas mais buscadas – A cada dia cresce o número usuários de celulares no Brasil. Dados da Anatel indicam que, atualmente, os brasileiros têm mais de 280 milhões de celulares e os hábitos na hora de pesquisarem uma viagem também estão mudando. Hoje, 43% do planejamento de uma viagem já é feito por meio de dispositivos móveis como: iOS (iPhone) 18%, Android 12%, navegador do celular (browser) 6%, iPad 4% e navegador do tablet (browser) 3%, isso contra 57% das buscas que ainda continuam sendo realizadas nos computadores. De acordo com o estudo, os usuários de celular estão mais propensos a buscar e fechar viagens nacionais, tidas como do dia-a-dia e pontes aéreas. Já para viagens internacionais com mais tempo de pesquisa, os computadores ainda são os preferidos dos viajantes, dos 10 destinos mais buscados em desktop apenas dois são cidades brasileiras, o topo da lista é composto por cidades como: Aruba, Saint Martin, Punta Cana e Miami.

Classes tarifárias – Na hora de buscar voos os consumidores ainda levam em consideração o preço acima do conforto, mais de 90% dos usuários, dentre todas as plataformas disponíveis, buscam por voos em classe econômica. Porém, proprietários de iPhone pesquisam mais para viajar de classe executiva 3%, comparado a quem usa Android 1% ou reserva viagens pelo desktop 1,5%.

Categoria dos hotéis – A maioria dos brasileiros tem preferência por hotéis 3 estrelas, enquanto menos de uma entre 10 buscas são destinadas a  hospedagem de 1 estrela. Já 13% dos usuários de iPhone buscam mais por categorias de luxo, sendo os primeiros a buscarem hotéis com 5 estrelas. Na outra ponta, os usuários de Android (21%) são os que mais buscam pelas categorias 1 e 2 estrelas e também a categoria “sem estrelas” referente a pousadas e aluguéis de temporada, um tipo de propriedade popular entre os viajantes brasileiros.

Gastos com destinos populares – Os brasileiros estão mais propensos a gastar mais na hora de fechar uma viagem via desktop, o valor médio de uma passagem pode ser de R$ 2.226, diferente dos dispositivos móveis como iPhone (R$ 1.532) e Android, onde o valor médio pode ser de R$ 996.

Gastos com destinos “premium” – Na hora de buscar por destinos com um valor mais alto os brasileiros ainda preferem usar o desktop. O valor médio que esperam gastar é R$ 8.554. Uma diferença de 56% a mais no valor se comparado com o usuário de Android que espera gastar em média R$ 5.473. Já o de iPhone espera gastar 8% a mais que o de Android por uma passagem para um destino premium. No entanto, muitos dos destinos estão sendo pesquisados e reservados via dispositivos móveis, uma tendência que deve aumentar ao longo dos anos. As principais buscas feitas em celulares são para destinos na Austrália; já no desktop são para destinos paradisíacos como: Bora Bora, Indonésia e Seicheles.

Gastos com hotéis 4 e 5 estrelas –
Quem reserva hotéis usando o iPhone tende a escolher opções mais caras do que reservas feitas via Android ou desktop. Do total de reservas para hotéis 4 e 5 estrelas, 37% são feitas a partir de um iPhone, seguidos de 34% através de desktop e 16% no Android.

Tempo de busca por uma viagem – Em média, os brasileiros passam quase 5 minutos buscando passagens aéreas em seus celulares. Os usuários de iPhone seguem para a compra 1 minuto mais rápido do que os de Android.

Já para hospedagem, a média de tempo gasto buscando por hotéis, antes de fazer uma reserva, é de 6 minutos, tanto para iPhone, Android e computador. Os usuários gostam de ler críticas e ver imagens antes de decidir por uma reserva, o que justifica a diferença de 1 minuto em relação aos voos.



Os dias da semana com mais buscas por viagens –
Os brasileiros gostam de pesquisar e reservar viagens logo no começo da semana seja no trabalho ou em casa. Os dias que os brasileiros mais pesquisam suas viagens são segunda para Android e iPhone e terça para os computadores.

O horário do dia com mais pesquisas por viagem – Buscar por viagens acaba sendo muito comum durante a noite para usuários de celular, sendo 21h o horário mais popular. É quando o brasileiro está em casa vendo TV e pensando em seu momento de lazer. Já para desktop, a maioria das buscas ocorre às 11h e nos horários de almoço – muito comum para pessoas planejando uma viagem no intervalo do trabalho.

Quanto tempo de antecedência – Em geral, o brasileiro reserva uma viagem com 1 mês e 15 dias de antecedência, com os usuários de Android se planejando mais do que todos os outros. Enquanto as reservas de hotéis através de desktop são feitas com cerca de 1 mês da data da viagem, usuários de Android reservam em média com 46 dias de antecedência, se precavendo contra preços mais altos. Já passagens aéreas são reservadas, em média, com 60 dias de antecedência em todas as plataformas, mostrando uma grande diferença em relação aos países europeus, onde as compras são feitas com uma média de 4 meses de antecedência.

Duração média da viagem –
Os brasileiros mostram um grande interesse por viagens de fim de semana e tendem cada vez mais a usar seus celulares para fazer as reservas. Já para viagens longas, em casos de férias, as reservas costumam ser feitas com

mais frequência nos desktops. Usuários de Android reservam 41% de suas viagens de fim de semana em um aparelho móvel, contra 39% dos usuários de iPhone.

Usuário de iPhone x Android – De acordo com o levantamento, na hora de planejar uma viagem há algumas diferenças nos tipos de destinos, preço e comportamento dos usuários de iPhone e Android, confira:

O gasto médio do usuário de iPhone é de 1.532 para destinos populares e, em contra partida, o usuário de Android gasta em média R$ 996. Além disso, o usuário de iPhone reserva hotéis com 37 dias de antecedência, já os de Android com 46 dias. Os Apple maníacos passam 4 minutos pesquisando voos e os de Android 5 minutos, ambas as plataformas pesquisam mais na segunda-feira, o de iPhone reserva voos com 57 dias de antecedência e o de Android com 67 dias. O usuário de iPhone é mais propenso  a voar de classe executiva já o de Android prefere classe econômica. Com relação ao destino favorito, os usuários de iPhone optam por Miami e os de Android adoram o nordeste do Brasil.

Usuários de iPhone usam mais a ferramenta Trips do Kayak, assistente pessoal gratuito de viagens que organiza todas as reservas no aplicativo e envia notificações. Já o usuário de Android adora a ferramenta de Alerta de Preços, que indica quando os preços das passagens aéreas podem subir ou cair.

Receba nossas newsletters