Crie um atalho do M&E no seu aparelho!
Toque e selecione Adicionar à tela de início.

Destinos

Holanda começa a flexibilizar restrições, mas lazer continua limitado

Holanda Alexander Kreuzkoenig Unsplash

Apesar do alívio nas restrições, bares, restaurantes, teatros, museus e outros locais públicos permanecerão fechados (Alexander Kreuzkoenig/Unsplash)

A Holanda começa a flexibilizar, já a partir deste sábado (15), as restrições contra a Covid-19 implementadas em dezembro, apesar de uma onda de novas infecções por conta da Ômicron. Sendo assim, lojas não essenciais, cabeleireiros e ginásios poderão reabrir para um número limitado de clientes. Apesar do alívio nas restrições, bares, restaurantes, teatros, museus e outros locais públicos permanecerão fechados.

Locais públicos, exceto lojas essenciais, estão fechados desde meados de dezembro. O número de hospitalização vem melhorando desde o lockdown, mas espera-se que aumente novamente nas próximas semanas, já que novas infecções saltaram para níveis recordes desde que o Ômicron se tornou a variante dominante.

A melhora da situação nos hospitais aumentou a pressão sobre o governo para aliviar as restrições, especialmente de lojistas em áreas próximas às fronteiras alemã e belga, que disseram que os clientes agora vão ao exterior para fazer compras. Já as autoridades locais no sul e leste da Holanda disseram esta semana que não interviriam se as lojas optassem por ignorar os pedidos de fechamento.

Fonte: Reuters

Receba nossas newsletters
 

Para compartilhar esse conteúdo, por favor utilize o link https://www.mercadoeeventos.com.br ou utilizando uma das formas de compartilhamento dentro da página. Todo o conteúdo produzido pelo Mercado & Eventos é protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo sem autorização.