Crie um atalho do M&E no seu aparelho!
Toque e selecione Adicionar à tela de início.
De acordo com a legislação atual, informamos que a nossa empresa NÃO utiliza cookies para melhorar experiências a quem nos acessa. Por favor leia nossa Política de privacidade e saiba mais sobre a transparência e Governança Corporativa da nossa organização.
OK

Destinos / Política

ACM Neto condena disputas políticas a respeito da vacina: “crime inaceitável”

Prefeito ACM Neto

ACM Neto, prefeito de Salvador (Divulgação)

O prefeito de Salvador, ACM Neto, decidiu se pronunciar a respeito da possibilidade do governo federal não comprar a vacina produzida pela chinesa Sinovac Biotech em parceria com o Instituto Butantan, de São Paulo, mesmo após o medicamento ser aprovado pelos cientistas e órgãos oficiais de saúde. ACM afirmou que “seria um crime inaceitável com o brasileiro colocar disputas políticas e ideológicas acima da saúde pública”.

O prefeito de Salvador reafirmou que a questão ideológica deve ficar de fora das discussões sobre as vacinas contra a Covid-19. “Se a vacina, seja de que país for, tiver a eficácia comprovada, passando por todos os testes, ela deve ser disponibilizada para toda a população. Não interessa se é da China, da Rússia, do Reino Unido ou dos EUA. O que interessa é se é 100% segura. Sendo 100% segura, a questão ideológica que fique em outro canto”, salientou.

“Não interessa se é da China, da Rússia, do Reino Unido ou dos EUA. O que interessa é se é 100% segura. Sendo 100% segura, a questão ideológica que fique em outro canto”

ACM Neto assegurou que terá todo o interesse em adquirir a vacina para a população soteropolitana, caso seja aprovada nos testes. “É óbvio que nenhum governador ou prefeito vai disponibilizar nenhuma vacina que não seja segura, referendada cientificamente, com eficácia comprovada. Em Salvador, se a vacina chinesa passar nos testes e for aprovada como segura, temos todo o interesse em disponibilizar para a população o mais rápido possível”, acrescentou.

Receba nossas newsletters