Crie um atalho do M&E no seu aparelho!
Toque e selecione Adicionar à tela de início.

Destinos / Parques e Atrações / Política

As investidas e a fidelidade de Sávio Neves, o empresário que acredita no Rio

Sávio Neves

Sávio Neves visitou a sede do M&E nesta sexta-feira (12)

RIO DE JANEIRO – Um dos maiores empresários do segmento turístico do Rio de Janeiro visitou a sede do M&E nesta sexta-feira (12). Com 54 anos de idade e décadas de sucesso dentro do turismo, Sávio Neves é hoje um dos maiores responsáveis por investir e acreditar na capital fluminense. Suas últimas “tacadas” entram em operação ainda este ano: modernos equipamentos para o Trem do Corcovado, a partir de outubro, e a inauguração da Rio Star, a primeira roda-gigante do Rio de Janeiro com 90 metros de altura, localizada ao lado do AquaRio.

Em um papo descontraído, ao lado do presidente do M&E, Roy Taylor, e da vice-presidente Rosa Masgrau, Sávio falou dos desafios de investir no Rio de Janeiro, dos projetos bem-sucedidos para a cidade, como o próprio Trem do Corcovado e o AquaRio, dos planos para o futuro, como a chegada da Rio Star, e um possível investimento na privatização do Bonde de Santa Teresa, um meio de transporte que tem todo um apelo turístico para a cidade.

RIO, UMA OPORTUNIDADE DE NEGÓCIO

De 2013 a 2019, Sávio Neves investiu cerca de R$ 300 milhões no Rio somente em três projetos: a chegada do AquaRio, o lançamento da Rio Star e a renovação dos equipamentos do Trem do Corcovado. Para o empresário, o Rio é uma oportunidade de negócios. “O Turismo no Rio tem um ótimo espaço. A cidade tem esta vocação natural, algo que não sabemos utilizar da melhor maneira. Para o setor florescer, no entanto, há alguns fatores que não estão sob nossa gestão, como a segurança pública, por exemplo, que precisam da devida atenção”, disse Sávio.

“O Turismo no Rio tem um ótimo espaço. A cidade tem esta vocação natural, algo que nós não sabemos utilizar da melhor maneira”, diz Sávio sobre o potencial da cidade.

“Dá para ter segurança numa megalópole como o Rio? Não! Mas dá para ter tolerância zero em pontos turísticos como as praias, o AquaRio, o bondinho, o Corcovado, o Parque Olímpico, o entorno do Maracanã, etc. E eu continuo investindo no Turismo do Rio porque acho que vai dar retorno como negócios. É o caso do AquaRio e da roda-gigante Rio Star. Já tive propostas para investir em outros lugares, como um Teleférico em Angra. Agora fui convidado, e possivelmente vai sair do papel, para operar o trem turístico em Miguel Pereira”, completa Neves.

TREM DO CORCOVADO: INVESTIMENTO DE R$ 200 MILHÕES

O dia 9 de outubro de 2019 ficará marcado na história por conta da inauguração dos novos equipamentos da operação do Trem do Corcovado. Após investimentos na casa dos R$ 200 milhões, os trens importados da Suíça chegaram e já iniciaram o procedimento de testes. Mais rápidos, mais modernos e maiores, os novos trens serão capazes de percorrer o caminho até o Cristo Redentor em 14 minutos, transportando até 440 pessoas por passeio.

Sávio Neves (2)

De 2013 a 2019, Sávio Neves investiu cerca de R$ 300 milhões no Rio somente em três projetos: AquaRio, Rio Star e a renovação dos trens do Corcovado

“É um investimento de R$ 200 milhões que amplia, moderniza e cria um espaço mais confortável para os nossos visitantes. Os dois primeiros trens chegaram em junho, já estão sendo testados, e serão inaugurados no dia 9 de outubro, no dia do aniversário de 135 anos do Trem do Corcovado. A estação, por sua vez, também segue em obras e estará pronta para receber mais turistas, já que a capacidade vai dobrar. Hoje podemos receber 300 pessoas por hora e, com os novos equipamentos, este número sobe para 620 pessoas/hora”, revelou Sávio.

“É um investimento de R$ 200 milhões que amplia, moderniza e cria um espaço mais confortável para os nossos visitantes”, diz Sávio Neves sobre a chegada dos novos trens.

Além de receber o dobro de pessoas por viagem, os novos trens ainda contam com 75% de economia com relação aos trens atuais, construídos na década de 1970. “Quando o trem atual desce, gera uma energia que é dissipada, era a tecnologia da época. Os trens que estão chegando contam com o que tem de mais moderno do mundo, já levando toda a evolução do segmento. Foram construídos no subúrbio de Zurique, na Suíça, após 14 anos de negociação. Nossos técnicos, engenheiros e mecânicos passaram quatro meses na fábrica para aprender e vieram junto com o primeiro trem. Agora temos nove suíços aqui auxiliando na montagem e nos testes”, disse Sávio.

RIO STAR: A RODA GIGANTE DO RIO

O Rio de Janeiro terá uma roda-gigante panorâmica para chamar de sua já a partir de novembro. Embora o dia da inauguração ainda não esteja confirmado, a cidade ainda este ano ganha mais um produto turístico inédito. Num terreno muito próximo ao AquaRio, na região portuária do Rio, a roda-gigante já chegou e está sendo montada. Com 90 metros de altura, a nova atração levará os visitantes a conhecer a cidade maravilhosa de cima.

Sávio Neves, do Trem do Corcovado, com Roy Taylor e Rosa Masgrau, do M&E

Sávio Neves, do Trem do Corcovado, com Roy Taylor e Rosa Masgrau, do M&E

“Poderemos ver toda a Baía de Guanabara e o centro histórico. A roda-gigante é do tamanho de um prédio de 30 andares, um projeto que nasceu há muito tempo. No começo, queríamos colocar o equipamento na Praia de Botafogo, não foi possível e logo vislumbrei quatro locais como possibilidade para tocar o projeto. Primeira opção era a Lagoa Rodrigo de Freitas, a segunda era no lugar do antigo Porcão Rio, o terceiro lugar era na Praça XV e o quarto local era onde hoje está sendo construído, próximo ao AquaRio”, revelou Neves.

A Rio Star terá um ticket médio de R$ 35. São 44 cabines que comportam de 8 a 10 pessoas sentadas. Cada volta demorará cerca de 17 minutos. “Podemos fazer que nem a London Eye, que dá duas voltas para cada pessoa. É um equipamento que funcionará direto, inclusive durante a noite, já que a vista é mais bonita ainda. A curiosidade é que esta roda-gigante veio da China. Fomos lá comprar no ano passado e, de quebra, compramos um kit de iluminação que dará um show a cada noite”, destacou Sávio.

O CURIOSO NASCIMENTO DO AQUARIO

Tímido quando classificado como um dos maiores empresários do turismo carioca, Sávio Neves ainda contou ao M&E como foi a aposta no AquaRio, investimento total de R$ 150 milhões, que hoje conta com três sócios. “Cada um entrou com R$ 50 milhões. Na época, o biólogo Marcelo Spilman me procurou e revelou o projeto. Eu pedi uma apresentação  oficial para que conseguisse a adesão dos empresários. O Marcelo acabou dando um show. Eu não sei se os outros gostaram, mas eu gostei e afirmei na hora que estava decidido a ser um sócio”, revelou.

NOVOS PROJETOS: BONDE DE SANTA TERESA

Vem mais investimentos por aí. O empresário estuda assumir o Bonde de Santa Teresa porque, além de ser um meio de transporte para 400 mil pessoas por ano, tem seu apelo turístico. De acordo com Sávio Neves, o bonde sai de perto da Cinelândia, atravessa os Arcos da Lapa e chega até Santa Teresa. De lá, ainda tem um braço que pode seguir até o Trem do Corcovado, um corredor direto conhecido como Silvestre, com baldeação e conexão direta.

“Iremos tirar o turista daquele ’emaranhado’ no Cosme Velho e vamos embarcá-lo em Santa Teresa, um bairro bonito, a partir de um trem que começa no centro do Rio. O governador Wilson Witzel quer privatizar o bonde o mais rápido possível, então existe esta possibilidade de assumirmos este projeto. Já tivemos várias reuniões, já temos plano de negócios, é um projeto bem maduro. É definitivamente um caminho enorme para criar um ticket turístico, algo que já acontece nos bondinhos utilizados em Lisboa”, destacou Sávio.

Receba nossas newsletters