Crie um atalho do M&E no seu aparelho!
Toque e selecione Adicionar à tela de início.

Parques e Atrações

SeaWorld anuncia nova montanha-russa Tigris no Busch Gardens para 2019

Mauricio Alexandre, do Sea World, fez o anúncio para o trade brasileiro

Mauricio Alexandre, diretor de Vendas e Marketing do SeaWorld no Brasil, fez o anúncio para o trade brasileiro

SÃO PAULO – Após lançar a Mako, considerada a montanha-russa mais longa e rápida de Orlando, o Seaworld acaba de anunciar a atração que será considerada a mais alta da Flórida. A Tigris será a nova montanha-russa do Busch Gardens, com inauguração prevista para a primavera boreal (hemisfério norte) de 2019. O diretor de Vendas e Marketing, do SeaWorld, Mauricio Alexandre, revelou mais detalhes da nova atração.

Imagem de divulgação da nova atração

Imagem da nova atração (Divulgação/SeaWorld)

Veja a galeria de fotos de quem participou do evento em São Paulo

Segundo Mauricio Alexandre, a nova atração inspirada no tigre, felino mais ágil da natureza, terá 45 metros de altura e um arremesso triplo para frente e para trás que chega a 100 km/h, com um looping invertido de 360 graus. “Será a atração mais alta da Flórida e terá muito tecnologia e inovação para oferecer aos visitantes mais emoção”, disse Alexandre. Ele lembrou ainda que o Busch Gardens tem a maior coleção de montanhas-russa do mundo.

A Tigris levará os aventureiros para voltas em looping, quedas ousadas, uma subida impulsionada de 45 metros de altura e um giro no próprio eixo, tudo isso a quase 100 km/h. A Tigris irá proporcionar uma jornada por mais de 500 metros de trilhos de aço projetados para simular a inspiradora agilidade de um dos felinos mais poderosos do mundo, o tigre.

A fila da nova montanha-russa terá conteúdo educacional sobre a difícil situação destes animais na vida selvagem e o que os conservacionistas – incluindo o SeaWorld & Busch Gardens Conservation Fund – estão fazendo para salvá-los. Além disso, a compra de qualquer mercadoria na loja de presentes da Tigris fará a diferença, já que 5% do valor da venda será doado para o SeaWorld & Busch Gardens Conservation Fund para proteger os tigres e seus habitats.

Inspiração

Com o nome inspirado no maior felino do mundo, Panthera tigres, a nova atração está sendo construída na área da Stanleyville próximo à Jungala, lar dos tigres de bengala, espécie em extinção. Além deles, o Busch Gardens é lar de tigres-malaios, uma subespécie que tem menos de 500 indivíduos remanescentes na vida selvagem. Os felinos do parque fazem parte do Plano de Sobrevivência de Espécies da Association of Zoos & Aquariums.

Mais de 100 mil tigres viviam nas terras e florestas asiáticas há cerca de 100 anos. Agora, todas as subespécies deste felino estão em extinção, e há menos de quatro mil tigres remanescentes na vida selvagem. Entre os principais motivos da extinção da população de tigres estão caça furtiva, invasão humana nos habitats, desmatamento e perda de espécies de presas vitais.

Novidade para 2020

Para consolidar ainda mais a liderança do Busch Gardens como principal parque da Flórida em atrações radicais, mais novidades surgem no horizonte – uma segunda atração radical chegará à área da Gwazi em 2020.

As novidades irão se juntar a lista de atrações favoritas dos amantes de adrenalina, que inclui Cheetah Hunt, a mais longa montanha-russa do parque, SheiKra, uma montanha-russa sem piso de 60m de altura, Falcon´s Fury, uma torre de queda livre de 100m de altura, Montu, montanha-russa invertida, Kumba, Cobra´s Curse, entre outras.

Preservação

Durante o almoço em que foram apresentadas as novidades, o SeaWorld aproveitou para abordar o Park to Planet – plataforma de comunicação para promover os esforços da empresa em proteger o planeta. Desde a inauguração dos parques SeaWorld, o