Crie um atalho do M&E no seu aparelho!
Toque e selecione Adicionar à tela de início.

Feiras e Eventos

Abracorp, Fohb e Braztoa: “Saber fazer uso das inovações é essencial”

O ministro Vinicius Lages com participantes do painel sobfre Inovações em Tecnologia

O ministro Vinicius Lages com participantes do painel sobfre Inovações em Tecnologia

No painel sobre “Impactos na Inovação e Novas Tecnologias” representantes de algumas das principais associações e entidades do setor destacaram a necessidade de uma atualização permanente e conhecimento dos dados e do cliente.

Em sua exposição Edmar Bull, presidente da Abracorp, destacou a necessidade do segmento corporativo trabalhar e investir mais em tecnologia e inovação. “Hoje temos consultores que analisam mais de mil transações por mês, e por isso, precisamos muito de investimentos”. Ele destacou também a necessidade de maior treinamento e capacitação por parte das empresas do setor. O dirigente confirmou que a previsão de crescimento do segmento corporativo para este ano deva ficar entre 5,5% a 6%.

Roberto Rotter, presidente do Fohb, destacou que a venda online é resultado de uma evolução natural. “Para você entender o teu cliente precisa estar conectado. Mas o grande desafio é tirar da informação o melhor proveito, e cada vez mais, saber aplicar os dados novos que se apresentam aos novos negócios. Precisamos identificar melhor o nosso cliente e descobrir novas formas de vender. Temos que nos adaptar a esses novos momentos e a todos players do nosso negócio”.

 O dirigente lembrou ainda que a atualização permanente é fundamental. Admitiu que muitas vezes o empresário não sabe antecipar as necessidades e os desejos do cliente. Exemplificou o uso as redes sociais no processo de hospedagem. “Mas é preciso fazer mais”. Falou dos estágios que motivam uma viagem. “Os turistas fazem pesquisas permanentes na internet para se decidir e precisamos estar atentos a essa demanda. Cada vez mais temos que buscar maximizar o nosso negócio e isso vem do conhecimento do nosso cliente”. Ao encerrar falou sobre o compartilhamento de experiências. “Precisamos oferecer incentivos para que o hóspede transmita sua experiência de viagem e faça uma avaliação do seu negócio”.

Marco Ferraz, presidente da Braztoa, iniciou sua explanação sobre a evolução da tecnologia do turismo. “Tomas Kook vendeu,  em 1865, pelo menos 165 mil bilhetes de trem num ano sem qualquer tecnologia. A quantidade de buscas na internet levaram a partir do ano 2.000 a  avaliações e também comparações de preços na internet. Hoje temos mais de 26 tarifas num avião e mais de 10 tarifas num hotel. Isso fica difícil de explicar ao nosso cliente”. Destacou então  o uso dos aplicativos. “Hoje o cliente encontra tarifas de última hora”.  Ao finalizar falou das oportunidades das novas tecnologias.

“Hoje temos muito conteúdo e dados que mudam constantemente tanto no que diz respeito as aéreas e hotéis. Os pacotes são como um carrinho de compras onde vamos inserindo produtos e serviços oferecendo tarifas mais em conta, programas exclusivos, financiamentos que devem estar alerta a questões de segurança para evitar fraudes”. Destacou também a relação com os agentes de viagens na venda do produto das operadoras. “Tudo pode ser comercializado com a cara do agente de viagens sem que o operador apareça”​.

Luiz Marcos Fernandes e Luciano Palumbro

Receba nossas newsletters
 

Todo o conteúdo produzido pelo Mercado & Eventos é protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo sem autorização do Mercado & Eventos.

Para compartilhar esse conteúdo, utilize uma das formas de compartilhamento dentro da página.