Crie um atalho do M&E no seu aparelho!
Toque e selecione Adicionar à tela de início.
De acordo com a legislação atual, informamos que a nossa empresa NÃO utiliza cookies para melhorar experiências a quem nos acessa. Por favor leia nossa Política de privacidade e saiba mais sobre a transparência e Governança Corporativa da nossa organização.
OK

Feiras e Eventos / Fotos

Brasil espera retomar crescimento no mercado espanhol

Marco Lomanto, Mariana Velasco, Michele Ximenes, Rosiane Rockembach e Bruno Reis, da Embratur

Marco Lomanto, Mariana Velasco, Michele Ximenes, Rosiane Rockembach e Bruno Reis, da Embratur


A crise econômica na Europa fez com que o número de espanhóis que visita o Brasil sofresse uma queda nos últimos anos. Em 2013 foram 169,7 mil, contra 180 mil no ano anterior. A expectativa da Embratur, no entanto, é de que este número volte a crescer nos próximos anos, impulsionado pela promoção no país e também pelo aumento na oferta de voos entre os dois países. Entre esta quarta-feira (28) e domingo (01) o país participa da 35ª edição da Fitur, principal feira de turismo da Espanha, com um estande de 306 m² e 41 co-expositotes.

A Espanha é hoje o 9º maior mercado entre os 18 prioritários e o quarto maior emissor da Europa para o Brasil. O diretor de Destinos e Produtos da Embratur, Marco Lomanto, ressaltou que a promoção durante o evento visa também aproveitar a realização dos Jogos Olímpicos de 2016 no Rio de Janeiro, que deve atrair público ao estande, para ampliar o conhecimento dos espanhóis sobre o destino Brasil como um todo.

Atualmente existem 38 voos entre Brasil e Espanha, mas a expectativa, segundo o coordenador de Mercados da Embratur para a Europa, Bruno Reis, é de que esta oferta seja ampliada, fazendo com que o número de visitantes espanhóis volte a crescer no país nos próximos dois anos. “Há uma demanda surgindo, por isso a Air Europa e a Singapore Airlines iniciaram voos entre os dois países recentemente”, avaliou.

Rosiane Rockenbach, responsável pelo Escritório Brasileiro de Turismo (EBT) na Espanha, explicou que o mercado está se estabilizando, o que fez com que o órgão fizesse uma série de ações no país no último ano. “Há dois anos eram 18 mil agências de Viagens na Espanha e hoje são cerca de 13 mil. As empresas que ficaram estão procurando rotas e destinos novos e o Brasil se encaixa neste perfil”, explicou a executiva, lembrando que em 2014 o Brasil realizou três workshops, dois roadshows e participou de mais dois eventos para promover o destino em diversas cidades espanholas. “O mercado já esteve melhor, mas está saindo da crise”, complementou.

Estande – O estande do Brasil contará com diversas atividades. No primeiro dia da feira será oferecido um coquetel para marcar a abertura da feira. Já nos dias de público final, uma banda apresentará os diversos ritmos regionais brasileiros. Durante toda a feira os visitantes poderão participar do jogo virtual Brasil Quest, que apresenta o país de uma forma interativa e didática.

Veja abaixo fotos dos co-expositores e da montagem dos estandes:

Anderson Masetto, de Madri

Receba nossas newsletters