Crie um atalho do M&E no seu aparelho!
Toque e selecione Adicionar à tela de início.

Destinos / Vídeos

Rio será o primeiro polo de Nômades Digitais da América do Sul; vídeo

O Rio de Janeiro será o primeiro polo de Nômades Digitais da América do Sul. A tendência mundial faz com que as pessoas que moram em outros países possam visitar a cidade por mais tempo e se tornarem “moradores temporários”. A Prefeitura do Rio, por meio da Riotur, vai incentivar este tipo de turismo e oferecer a infraestrutura básica para os nômades digitais terem a experiência contagiante de ser e viver como os cariocas.

Para estimular a escolha da cidade do Rio como base e aumentar o tempo de permanência desse público por aqui, mantendo a rotina de trabalho, a Riotur criou, desenvolveu e vai manter o site https://www.nomadesdigitais.rio/, onde estão reunidas informações sobre a infraestrutura de estabelecimentos do setor hoteleiro e de negócios que estão prontos para atender os nômades digitais. Até o momento, já são 56 hotéis, 14 hostels e 18 espaços de coworking cadastrados.

“É um orgulho anunciar a cidade do Rio como o primeiro polo de nômades digitais da América do Sul. Estamos no século 21 e o modo de viver e trabalhar vem sofrendo alterações significativas. A Prefeitura do Rio acaba de dar um passo importante para a consolidação da cidade e do Brasil como um polo de atração dos nômades digitais. Com esta medida, o Brasil se equipara agora a Alemanha, Noruega, Portugal, Emirados Árabes e Bahamas”, explicou o prefeito do Rio, Eduardo Paes.

A partir de agora, profissionais com liberdade geográfica podem se estabelecer no Rio, ainda que suas empresas estejam sediadas em outros países ou até mesmo em outras cidades do Brasil. Os estabelecimentos do setor, por exemplo, vão receber um selo concedido gratuitamente pela Riotur. Com o certificado “Rio Digital Nomads”, hotéis e hostels vão oferecer tarifas especiais para nômades digitais que aderirem a pacotes “long stay”.

“É muito positivo confirmar que a gestão municipal está antenada com as tendências mundiais. Vivemos a era do coworking e do coliving, que ganham mais espaço no mercado e cada vez mais adeptos entre os cidadãos e os visitantes. O projeto é uma excelente oportunidade de vender melhor o Rio para todos brasileiros e estrangeiros que encontram aqui um destino completo de trabalho e lazer, ideal para a nova realidade”, ressalta o presidente do HotéisRIO, Alfredo Lopes.

Receba nossas newsletters
 

Todo o conteúdo produzido pelo Mercado & Eventos é protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo sem autorização do Mercado & Eventos.

Para compartilhar esse conteúdo, utilize uma das formas de compartilhamento dentro da página.