Crie um atalho do M&E no seu aparelho!
Toque e selecione Adicionar à tela de início.

Agências e Operadoras / Turismo em Dados

Maior operadora da Europa já admite queda nas reservas por conta da Ômicron

Sede do Grupo TUI, na Alemanha

Grupo TUI recebeu 1,4 milhão de reservas de viagens em dois meses

O TUI Group, considerado o maior operador turístico da Europa, admitiu que o surgimento da variante Ômicron da Covid-19 “enfraqueceu o ritmo positivo” de reservas. A gigante das viagens, no entanto, disse que ainda há um fluxo atual “encorajador” de 4,1 milhões de reservas para a temporadas de inverno 2021/22 e verão 2022, com 1,4 milhão de reservas feitas somente de outubro para cá.

“A cobertura da mídia sobre o aumento das taxas de incidentes e o surgimento de uma nova variante do Omicron enfraqueceu esse impulso positivo, especialmente para o inverno”, informou a empresa.

Apesar da Ômicron, a operadora disse que a previsão “continua em linha” com os planos de capacidade da TUI para o inverno, que atualmente estão entre 60% e 80% dos níveis pré-Covid. Essa capacidade, entretanto, poderia ser rebaixada ao limite de suas previsões se os consumidores continuarem preocupados com a nova variante.

“Tivemos uma temporada de verão bem-sucedida após a retomada. As tendências gerais estão intactas. Nosso negócio está de volta e se recuperou significativamente no último trimestre financeiro de 2021″, disse o presidente-executivo do TUI Group, Fritz Joussen. “Estamos atualmente com 69% da capacidade do nível pré-crise. Esperamos que o verão de 2022 e a alta temporada voltem aos níveis de reservas semelhantes aos de 2019″.

Receba nossas newsletters
 

Para compartilhar esse conteúdo, por favor utilize o link https://www.mercadoeeventos.com.br ou utilizando uma das formas de compartilhamento dentro da página. Todo o conteúdo produzido pelo Mercado & Eventos é protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo sem autorização.