Crie um atalho do M&E no seu aparelho!
Toque e selecione Adicionar à tela de início.

Agências e Operadoras / Destinos / Fotos / Hotelaria

Província de Salta destaca Rota do Vinho para operadores de turismo; fotos

Trade de Salta recebe operadores de turismo do Brasil

Trade de Salta recebe operadores de turismo do Brasil

SALTA “Esse será um momento chave na retomada do turismo de brasileiros a Salta e Jujuy”. Assim afirmou, otimista, o ministro de Turismo de Salta, Mário Peña, quando Aerolíneas Argentinas anunciou em São Paulo, durante a WTM Latin América, o voo direto Salta-São Paulo, a partir de 4 de julho, para a temporada de inverno 2022.

Veja a galeria de fotos abaixo

Antes do voo inaugural, no entanto, e para apresentar o destino, operadores de turismo brasileiros participaram de famtour para conhecer, entre outros destaques do turismo saltenho, a emblemática Cafayate dentro da Rota do Vinho e a arquitetura natural das montanhas e encostas que margeiam toda a extensão do estreito vale da Quebrada do Rio das Conchas.

E, o mais importante, observou o ministro Mário Peña, é que com a província de Jujuy não “há limite de fronteiras, pois os atrativos naturais são comuns”. Mas Salta, a linda, como é conhecida, tem  diferenças que a tornam única.

Cafayate 

20220505_155201

Produção de vinhos finos da Bodega El Esteco é das maiores da Argentina

A experiência Salta como patrimônio turístico do norte argentino é um dos pontos mais relevantes que o destino pode oferecer ao visitante  brasileiro. Relativamente próximo à capital da província, de onde parte a incursão ao Vale Calchaquíes, são 190km de estrada sinuosa, mas em excelentes condições de tráfego, a uma altitude média de 1.720 metros.

Partindo de Salta, o famtour foi subindo lenta e progressivamente em altura, passando por trechos rurais, de importância extrema para a indústria do tabaco, e fazendas de criação de gado. Mas, o mais relevante e substancial até chegar a Cafayate são as paisagens que se plasmam ao longo de todo o caminho, a partir do povoado Alemania, na embocadura da Quebrada do Rio das Conchas.

Ali, o que deve ser ressaltado são as formas das paisagens, um verdadeiro paraíso para geólogos e não geólogos, inclusive porque as formações montanhosas de diferentes cores, formas e contrastes constantemente são modificadas pelas chuvas os ventos.

Essas ações da própria natureza geraram pontos de atração turística muito visitados, como a Garganta do Diabo, um desfiladeiro alcantilado de dimensões monumentais de cor alaranjado-ocre, e o Anfiteatro, de acústica perfeita, ambos resultantes de erosões hídricas milenares.

O turismo fotográfico ou de simples contemplação da natureza segue pela estrada e alcançando diferentes pontos que desafiam a imaginação do viajante, como por exemplo, o Mirante Três Cruzes, sempre em posições oblíquas o que sugere uma paisagem surrealista e que representa, em sua totalidade no percurso apenas uma parte do que pode ser toda a Rota do Vinho.

Vinicultura

Vale destacar que o roteiro é parte do que se denomina Cuesta do Vale Cachaquíes, um circulo de 520km que totaliza a Rota Passeio do Vinho de Altura. Cafayate é um fiel expoente do destino e também onde está a melhor expressão da vinícola do vale, a 1.700 metros, e condições favoráveis – solos pobres, arenosos e cristalinos, inclusive – à evolução de vides de diferentes cepas.

A cepa estrela é a Torremós, genética e enologicamente originada na Argentina, a partir de outras duas provenientes da Europa. A cepa permite à Bodega El Esteco produzir um vinho seco elegante na categoria dos brancos e muito perfumado.

A Bodega El Esteco só trabalha vinhos finos Torremós e Malbec, entre outros, e é uma das maiores da Argentina e Cafayate, com 500ha de área plantada e produção de 6 mil garrafas/hora.

Degustação

Cada dia mais apreciadores de vinho se reservam o direito de fazer visitas guiadas e degustação dentro da programação turística a destinos que oferecem essa oportunidade. A visita técnica dos operadores de turismo viveu essa experiência na Bodega El Esteco, guiada pela coordenadora do Centro de Visitas, María Paula Martínez.

Sabores e aromas únicos pela altura que são produzidos, a degustação de cinco rótulos de altura, elaborados com cepas Torremós, Merlot e Malbec, mais blends foi a tônica da experiência apresentada aos operadores, que degustaram os  melhores exemplares de El Esteco. Cafayate representa para os saltenhos uma via de escape em direção ao natural, o enológico e o cultural, porque faz resgatar as raízes do homem de montanha

Trem para as Nuvens 

Para o ministro, Salta oferece produtos únicos em rotas como a do vinho, incluindo gastronomia e sabores diferenciados, além do icônico “Trem para as Nuvens”, o terceiro mais alto do mundo (4.220 metros de altura) e primeiro mais alto com locomotiva. “Uma verdadeira joia que deve ser conhecida por aventureiros de todo o Brasil”, completou o Peña.

GALERIA:

O M&E viaja com a proteção GTA.

Receba nossas newsletters
 

Todo o conteúdo produzido pelo Mercado & Eventos é protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo sem autorização do Mercado & Eventos.

Para compartilhar esse conteúdo, utilize uma das formas de compartilhamento dentro da página.