Crie um atalho do M&E no seu aparelho!
Toque e selecione Adicionar à tela de início.

Aviação

American Airlines tem cerca de 20 mil trabalhadores ’em excesso’

Com o início das operações previstas para o dia 4 de junho, os serviços devem incluir dois novos voos diários

A companhia tinha mais de 133 mil trabalhadores até o fim do ano passado

Com a drástica redução no número de voos diários por conta da pandemia do novo coronavírus (Covid-19), a American Airlines revelou ao seu staff que tem cerca de 20 mil trabalhadores em excesso no quadro geral de funcionários, cujas tarefas não serão necessárias por conta de uma reduzida malha aérea a ser operada neste outono no hemisfério norte (boreal). A aérea tinha mais de 133 mil trabalhadores até o fim do ano passado.

A American pede aos funcionários para que avaliem algumas opções como a aposentadoria antes do previsto, por exemplo, para oficializarem suas saídas e reduzirem assim o número de funcionários que serão demitidos dentro de medidas involuntárias que a companhia será obrigada a tomar. As transportadoras norte-americanas estão proibidas de demitir ou cortar salários até dia 30 de setembro como parte do acordo com o governo norte-americano que injetou US$ 25 bilhões em seus cofres.

“Atualmente, prevemos ter 20 a 30% – ou mais de 20.000 – mais membros em nossa folha de pagamento do que precisamos para operar nossa programação neste outono”, escreveram Parker e o presidente Robert Isom, segundo a CNBC. “Para deixar claro, isso não significa que 20 mil membros da nossa equipe sairão de licença temporária, significa simplesmente que ainda temos que trabalhar para otimizar nossa equipe para a companhia aérea que operamos”, completaram.

Fonte: CNBC

Receba nossas newsletters