Crie um atalho do M&E no seu aparelho!
Toque e selecione Adicionar à tela de início.

Aviação

Frontier e Spirit Airlines anunciam fusão e criam a 5ª maior companhia aérea dos EUA

Untitled-1

O nome da nova companhia aérea, que nasce desta fusão, será determinado em breve, assim como a sede e o novo CEO

As duas maiores companhias aéreas de baixo custo dos Estados Unidos irão se fundir e formar a quinta maior transportadora do país. Para isso, os conselhos de Frontier Airlines e Spirit Airlines aprovaram um acordo de US$ 2,9 bilhões, que levará a Frontier Airlines a controlar 51,5% da nova companhia aérea, enquanto a Spirit deterá os 48,5% restantes. O nome, o local da sede e o CEO da nova companhia aérea serão escolhidos em breve.

O acordo tem que receber a aprovação antitruste do Departamento de Justiça e um voto final de aprovação dos acionistas da Spirit para entrar em vigor, algo que deve ser concluído no segundo semestre deste ano.

O negócio deve criar 10 mil empregos diretos até 2026, gerar uma economia anual de US$ 1 bilhão para clientes e oferecer mais de mil voos diários para mais de 145 destinos. E por conta de ambas utilizarem apenas aeronaves Airbus e nenhuma das duas dominarem um mercado em particular, a fusão tende a ser muito mais fluida, justamente pela padronização de frota e pela expansão da nova companhia de maneira equilibrada.

O presidente da nova companhia aérea será Bill Franke, atual presidente da Frontier e sócio-gerente de sua controladora, a Indigo Partners. Em um comunicado anunciando o acordo, Franke disse que a fusão das empresas “criará a companhia aérea de tarifa ultrabaixa (ultra low-cost) mais competitiva da América”.

Para Franke, o acordo é o mais recente de uma carreira de investimentos em companhias aéreas de baixo custo, incluindo a Spirit. De 2006 a 2013, a Indigo Partners deteve uma participação na Spirit, com Franke atuando como presidente da companhia aérea antes de renunciar quando a Indigo vendeu sua posição na transportadora. Pouco depois dessa mudança, a Indigo comprou a Frontier Airlines da Republic Airways por US$ 145 milhões.

Fonte: CNBC e Reuters

Receba nossas newsletters
 

Todo o conteúdo produzido pelo Mercado & Eventos é protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo sem autorização do Mercado & Eventos.

Para compartilhar esse conteúdo, utilize uma das formas de compartilhamento dentro da página.