Crie um atalho do M&E no seu aparelho!
Toque e selecione Adicionar à tela de início.

Cruzeiros

EUA: CDC reduz restrições e anima companhias para aumentar capacidade em cruzeiros

Porto de Miami, um dos mais movimentados dos Estados Unidos

Porto de Miami, um dos mais movimentados dos Estados Unidos

O Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos (CDC) flexibilizou ainda mais as restrições para viagens de cruzeiros marítimos, diminuindo o limite para que navios atinjam um status de “altamente vacinado”. Agora, para que as embarcações sejam consideradas “altamente vacinadas”, pelo menos 90% de seus passageiros e 95% dos tripulantes devem estar totalmente vacinados.

As armadoras que optaram pelo programa sempre compartilham o status de vacinação de cada um de seus navios. Quando enviam os dados, o CDC publica as informações junto com o status da cor do navio para indicar o número de casos de Covid-19 relatados. E agora, estas empresas estão expandindo a capacidade de passageiros e frotas à medida que o governo dos Estados Unidos continua a aliviar as restrições de viagem.

O CEO da Royal Caribbean International, Michael Bayley, revelou, por exemplo, que os navios retornariam à capacidade total assim que a temporada de verão chegar. A Celebrity Cruises também anunciou que aumentaria a capacidade à medida que a demanda continuasse aumentando. A Virgin Voyages também aumentou seus limites de capacidade além de 50%, em meio a estreia de novos navios Resilient Lady e Brilliant Lady neste ano e em 2023.

Com informações do CruiseCritic.

Receba nossas newsletters
 

Todo o conteúdo produzido pelo Mercado & Eventos é protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo sem autorização do Mercado & Eventos.

Para compartilhar esse conteúdo, utilize uma das formas de compartilhamento dentro da página.