Crie um atalho do M&E no seu aparelho!
Toque e selecione Adicionar à tela de início.

Destinos / Política

Pará receberá R$ 38,7 bilhões de investimento; aeroportos e Ver-o-Peso serão revitalizados

132682d1 bb5c 4654 97fd e8b9f43aea03 Pará receberá R$ 38,7 bilhões de investimento; aeroportos e Ver-o-Peso serão revitalizados

Pará terá orçamento da ordem de R$ 40 bi no maior programa de investimento do país (Eduardo Oliveira/MPor)

O Governo Federal destinou R$ 38,7 bilhões ao estado do Pará. O anúncio foi feito durante a cerimônia de lançamento das obras do Novo PAC, que detalhou o plano de investimentos para a região. Serão revitalizados, por exemplo, atrativos turísticos importantes da capital, Belém, como a Capela Pombo e a tradicional Feira Ver-o-Peso. Entre concessões e investimentos privados, o incremento financeiro pode chegar a R$ 75 bilhões.

“Esses investimentos vão mudar diretamente a vida dos paraenses, melhorando a economia, gerando empregos e promovendo a inclusão social, em especial nesse momento que o estado se prepara para receber o maior evento mundial sobre mudanças climáticas, a COP 30, em 2025. As obras ampliarão o potencial turístico regional e permanecerão como legado para as próximas gerações”, afirmou o ministro do Turismo, Celso Sabino.

Com o Novo PAC, as prioridades no estado são a melhoria dos aeroportos de Belém, Altamira, Parauapebas, Marabá e Santarém do Pará e dos portos de Barcarena, Belém, Santarém e Vila do Conde, que terão recursos para arrendamento e requalificação.  Além disso, no setor ferroviário, estão previstos investimentos na Estrada de Ferro Carajás (EFC) e a elaboração dos estudos para a concessão da EF-170, a Ferrogrão. No total, serão cerca de R$ 8 bilhões para intervenções em rodovias e ferrovias.

“Temos eixos importantes de atuação. O primeiro foi a 7ª rodada de concessão de aeroportos, com mais de R$ 1 bilhão em investimentos aeroportuários, em Belém, em Altamira, Marabá, Carajás e Santarém. São terminais requalificados para atender bem os viajantes. O segundo é a aplicação de R$ 1,5 bilhão para a construção de novos terminais, novos arrendamentos e novas operações nos portos da região”, ressaltou o ministro de Portos e Aeroportos, Silvio Costa Filho.

O Novo PAC também inclui recursos para melhoria do Patrimônio Histórico, com a restauração da Capela Pombo, a revitalização da Feira Ver-o-Peso e a retomada das obras do CEU das Artes, no município Ananindeua, e do Centro de Iniciação ao Esporte, em Tucuruí.

A infraestrutura de transportes terrestres também receberá incremento, com 18 projetos que incluem a retomada de obras na BR-163 e a pavimentação e construção de pontes em trechos da BR-230, importante corredor logístico paraense. Serão feitos ainda investimentos para a adequação da BR-316 (Castanhal – Trevo de Salinas), a conclusão da construção da BR-308 (Viseu – Bragança), a ponte sobre o Rio Xingu (BR-230), a derrocagem do Pedral do Lourenço e a implantação da infovia estadual.

O governador do Pará, Helder Barbalho, destacou a importância do aporte financeiro para o estado. “Esses recursos oportunizarão a entrega de obras que gerarão o desenvolvimento das cadeias produtivas do estado, fortalecendo a vocação turística, que requer investimentos em modais estratégicos como aeroviários, rodoviário e também para a ampliação da rede de hotelaria. Esses setores são importantes para o Pará”, explicou.

Receba nossas newsletters
 

Todo o conteúdo produzido pelo Mercado & Eventos é protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo sem autorização do Mercado & Eventos.

Para compartilhar esse conteúdo, utilize uma das formas de compartilhamento dentro da página.