Crie um atalho do M&E no seu aparelho!
Toque e selecione Adicionar à tela de início.

Destinos / Hotelaria

Hotéis de Salvador registram 66% de ocupação em março

Rede hoteleira de Salvador obteve 66% de ocupação em março

Rede hoteleira de Salvador obteve 66% de ocupação em março (Eric Ribeiro/M&E)

Salvador obteve 66,12% de ocupação da sua rede hoteleira no mês de março, permanecendo praticamente estável se comparada com o mesmo período do ano passado (65,10%). A Diária Média em março de 2019 foi de R$ 380,36, refletindo o efeito positivo do Carnaval e da entrada de novos hotéis de luxo na cidade. Os números são fruto da Pesquisa Conjuntural de desempenho (Taxinfo), realizada em parceria com a ABIH.

Comparando-se o primeiro trimestre de 2019 com igual período do ano anterior,  aocupação média de 2019 (70,97%) manteve-se praticamente estável em relação a 2018 (71,66%), enquanto a diária apresentou crescimento de 21,12% (passando de R$ 261,10 em 2018 para R$ 316,25 em 2019). Como resultado, o RevPar do primeiro trimestre de 2019 teve um incremento de 19,3%, passando de R$ 186,90, em 2018, para R$ 223,04 em 2019, segundo os dados da ABIH-BA.

“Tivemos a abertura de dois novos hotéis pertencentes a um segmento de alto luxo, atraindo um  público diferenciado e contribuindo para a elevação na diária média. Atrelado a isso, tivemos um Carnaval com excelente programação e ocupação, com início no final de fevereiro e continuação em março, o que intensificou este bom desempenho”, afirmaGlicério Lemos, presidente da ABIH-BA.

“Começa agora a temporada de baixa estação, aonde são maiores os desafios para nosso segmento, uma vez que o único centro de convenções de grande porte da cidade ainda está em fase de construção. Semana Santa, Copa América e as férias de julho serão períodos em que haverá tendência de melhora na taxa de ocupação e fluxo de turistas”, acrescenta Lemos.