Crie um atalho do M&E no seu aparelho!
Toque e selecione Adicionar à tela de início.

Destinos / Serviços

Preços dos carros no Paraná subiram e descontos caíram, constata Abla

A Associação Brasileira das Locadoras de Automóveis (Abla) constatou que os preços dos carros subiram e os descontos estão caindo no Paraná. A associação aponta que os modelos básicos de entrada, aqueles historicamente com os preços mais baixos, sumiram do mercado. “O consumidor de varejo interessado em ter seu primeiro carro, cada vez mais, fica dependente de seminovos e usados”, avalia o diretor da Abla no estado, Claudio Rigolino.

chuttersnap-gts_Eh4g1lk-unsplashAs locadoras são as principais compradoras de veículos no Paraná, conforme o mais recente Censo do setor, produzido a partir dos dados de frota fornecidos pelo Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro). Juntas, em 2020, as empresas de locação compraram 22 mil carros novos. “Nossa frota licenciada no Paraná fechou o ano passado com 53 mil automóveis e comerciais leves”, confirma Rigolino.

Conforme o diretor, a alta dos preços e a queda dos descontos também são consequências da produção reprimida nas montadoras, diante da falta de componentes, principalmente semicondutores. “É notória a apreensão em relação às incertezas que a pandemia causou no mercado automotivo. Apesar de estarmos a quatro meses do final de 2021, o cenário para este ano ainda é obscuro”, destacou.

Para o diretor da Abka no Paraná, a normalização da oferta e da procura por carros no estado, e até no país, deve ocorrer somente em meados de 2022. “Há um longo e árduo período de espera pela frente”, completa Claudio Rigolino. “E mesmo quando isso acontecer, os preços mais altos e os descontos mais tímidos deverão continuar. Vieram para ficar”.

Receba nossas newsletters