Crie um atalho do M&E no seu aparelho!
Toque e selecione Adicionar à tela de início.

Destinos

Veneza começará a cobrar por visita e limitar entrada diária de turistas

Soluções para o "Overtourism" deverão ser tomadas para que a experiência de viajar permaneça agradável ao público

Viajantes só poderão visitar a cidade depois de comprarem online os seus bilhetes por cinco euros

Como já era cogitado em 2021, as autoridades italianas começarão a limitar o número de pessoas permitidas em Veneza, na Itália, na tentativa de reduzir o turismo de massa na cidade. Não há, no entanto, uma data definida para o início das restrições, o que deve acontecer este ano ainda.

Dados mostram que cerca de 100 mil turistas passeiam pelas praças da cidade todos os dias. Em breve, os viajantes só poderão visitar a cidade depois de comprarem online os seus bilhetes por cinco euros.

Os bilhetes serão válidos apenas por um dia, com o objetivo de limitar o número de turistas. As futuras portas de Veneza já chegaram e fecharão os principais acessos aos centros históricos. Ao todo, 500 câmeras estarão monitorando o fluxo de visitantes, transmitindo constantemente imagens das ruas em busca de turistas “ilegais”.

“O objetivo é desencorajar o turismo de um dia, que cansa e estressa a cidade, incentivando um turismo mais lento”, explicou Simone Venturini, vice-prefeita da cidade. A polícia também poderá identificar as pessoas em tempo real, graças aos dados dos telefones celulares. O sistema também está configurado para permitir que os moradores locais se movimentem livremente.

Receba nossas newsletters
 

Todo o conteúdo produzido pelo Mercado & Eventos é protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo sem autorização do Mercado & Eventos.

Para compartilhar esse conteúdo, utilize uma das formas de compartilhamento dentro da página.