Crie um atalho do M&E no seu aparelho!
Toque e selecione Adicionar à tela de início.

Destinos

Veneza planeja começar a cobrar por visita e limitar entrada diária de turistas

Soluções para o "Overtourism" deverão ser tomadas para que a experiência de viajar permaneça agradável ao público

A taxa de entrada em Veneza provavelmente será algo entre € 3 e € 10, dependendo da temporada e do número de visitantes esperados naquele dia

Veneza, na Itália, está planejando cobrar dos turistas o acesso a cidade e limitar as entradas diárias, já a partir do verão do hemisfério norte de 2022, que começa em junho. Segundo a Bloomberg, o destino pretende exigir que turistas que passem apenas um dia na cidade reservem suas visitas com antecedência.

Provavelmente, também serão instaladas catracas em importantes pontos de acesso ao centro histórico para monitorar o público, segundo o jornal italiano La Stampa. Medidas drásticas como essa para administrar o afluxo de turistas já vinham sendo ponderadas muito antes da pandemia, período em que residentes e autoridades puderam sentir o gostinho de como é uma cidade sem turistas, com lagoa limpa e uma maior vida selvagem.

Também neste mês, Veneza finalmente deu um passo primordial para conter parte das atividades turísticas, proibindo grandes navios de cruzeiro de entrar e atracar em sua lagoa. Estes estão sendo redirecionados para atracar no porto industrial de Marghera, até que um novo terminal de cruzeiros dedicado possa ser planejado e construído.

A taxa de entrada em Veneza provavelmente será algo entre € 3 e € 10, dependendo da temporada e do número de visitantes esperados naquele dia. Moradores e seus parentes e turistas que fizerem reserva de hotel dentro da cidade provavelmente estarão isentos da taxa de entrada.

Ainda assim, a controvérsia continua sobre a ideia de cobrar dos visitantes para ver os pontos turísticos. O vereador Marco Gasparinetti disse que tal movimento transformaria Veneza num “parque temático”. Ele propôs que, em vez disso, o acesso seja restrito apenas em áreas notoriamente lotadas, como a Praça de São Marcos.

Com TravelPulse

Receba nossas newsletters
 

Todo o conteúdo produzido pelo Mercado & Eventos é protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo sem autorização do Mercado & Eventos.

Para compartilhar esse conteúdo, utilize uma das formas de compartilhamento dentro da página.