Crie um atalho do M&E no seu aparelho!
Toque e selecione Adicionar à tela de início.

Agências e Operadoras

Schultz completa 33 anos de crescimento: “o normal é celebrar resultados positivos”, diz Aroldo

Aroldo Schultz, presidente da Schultz

Aroldo Schultz, presidente da Schultz

MACEIÓ – A Schultz completou 33 anos de história no último mês de março. Além da operadora já consolidada no mercado, a Schultz ao longo das décadas se expandiu e criou outras empresas e marcas capazes de tornar o grupo ainda mais forte dentro do segmento turístico brasileiro e português. Quem comanda este case de sucesso é o presidente Aroldo Schultz, um alemão que vive em Portugal e tem o mercado brasileiro como sua grande paixão.

Num bate-papo descontraído, nesta terça-feira (9), sentado numa linda jangada de madeira que enfeitava o Centro de Convenções Ruth Cardoso, local onde acontece a Convenção Schultz 2019, Aroldo Schultz orgulhosamente abriu o jogo ao M&E. Revelou números confidenciais das empresas (sem permissão de divulgação), falou sobre o sucesso da Convenção, abordou estratégias e ainda celebrou os 33 anos ininterruptos de crescimento da Schultz.

“Todas as empresas do nosso grupo, sem exceção, vêm registrando resultados positivos. Há 33 anos, quando começamos com a Schultz Vistos, que celebramos crescimentos a cada trimestre. Tenho orgulho de afirmar que nenhuma empresa está ou já esteve no negativo durante todo este tempo. Por isso só abrimos uma empresa nova quando temos certeza de que haverá fluxo, porque hoje quem sustenta a Schultz e suas marcas são as empresas do próprio grupo”, disse Aroldo Schultz. “O normal para mim é celebrar resultados positivos, como aconteceu em 2018 e neste primeiro trimestre. Isto porque nossa empresa conta com diversos setores, então tudo sempre se equilibra. Os resultados seriam ainda melhores se o nosso câmbio fosse estável, nosso principal entrave”, destaca Aroldo.

Os números comprovam as palavras de Aroldo Schultz. Em 2018, por exemplo, o faturamento cresceu 11% e chegou a R$ 154 milhões. Foram exatos 37,5 mil passageiros embarcados. Já no primeiro trimestre de 2019, mais um resultado para se comemorar: a receita chegou aos R$ 42,7 milhões no 1T19, enquanto o número de passageiros embarcados chegou a 11.247. Só a Vital Card emitiu seguro viagem para 55.773 turistas no período.

O XODÓ DO PRESIDENTE

Embora seja a operadora a dona do maior marketshare da Schultz, o presidente Aroldo Schultz não conseguiu esconder o carinho e cuidado que tem com a Schultz Vistos. “Foi onde tudo começou, não é verdade? Somos especialistas no assunto e voltamos a dar uma atenção ainda maior agora com o lançamento de nosso novo produto em Portugal. Outra que tenho um enorme carinho é a TZ Systems, uma empresa de tecnologia com um projeto global e que auxilia agentes e operadores de todo o Brasil. Para mim é uma enorme satisfação ajudar outras pessoas porque principalmente os agentes precisam estar sempre muito bem informados e informatizados”.

FUTURO

“Minha vida é o turismo”. É assim que Aroldo Schultz respondeu quando questionado pelo M&E sobre o que pensa do futuro. Para o presidente da Schultz, a ideia é continuar trabalhando, gerando empregos e oportunidades e fazendo ações sociais para ajudar um número máximo de pessoas. “As coisas vão acontecendo. De repente surge uma oportunidade no mercado, quem sabe? Mas meu futuro estará sempre ligado ao setor de turismo”.

LIDAR COM O ONLINE

Aroldo Schultz deixou bem claro que deseja diminuir a margem de lucro da Schultz. “O obj