Crie um atalho do M&E no seu aparelho!
Toque e selecione Adicionar à tela de início.
De acordo com a legislação atual, informamos que a nossa empresa NÃO utiliza cookies para melhorar experiências a quem nos acessa. Por favor leia nossa Política de privacidade e saiba mais sobre a transparência e Governança Corporativa da nossa organização.
OK

Aviação

Azul fará oferta de R$ 1,6 bilhão em debêntures para conter impactos da pandemia

Azul Viagens lança blog com o intuito de auxiliar o usuário a escolher o destino de sua próxima viagem

Azul Viagens lança blog com o intuito de auxiliar o usuário a escolher o destino de sua próxima viagem

A Azul planeja captar R$ 1,6 bilhões por meio de da emissão de debêntures conversíveis em ações preferenciais. A companhia informou, nesta segunda-feira (26), que já solicitou a Comissão de Valores Mobiliários (CVM) o pedido de registro de oferta pública. A companhia informou que a medida tem como objetivo conter os impactos da pandemia de Covid-19 nas operações e gerar recursos para capital de giro e expansão de suas atividades de logística, além de outras oportunidades estratégicas.

A oferta inicial de  debêntures poderá ser acrescida em até 20%. Os Investidores Âncora se comprometeram a submeter ordem no montante adicional de aproximadamente R$560 milhões em debêntures conversíveis, caso a Companhia decida realizar uma nova oferta pública de debêntures com termos semelhantes nos próximos 12 meses.

As debêntures possuem data de vencimento de cinco anos após a emissão. Apesar de serem emitidas em reais, serão indexadas ao dólar e irão pagar juros de 7,5% ao ano no primeiro ano e 6% nos anos seguintes.

Receba nossas newsletters