Crie um atalho do M&E no seu aparelho!
Toque e selecione Adicionar à tela de início.

Cruzeiros / Destinos / Turismo em Dados

Alagoas espera 23 navios e mais de 120 mil cruzeiristas na temporada 2021/2022

kaiofragoso alagoas porto maceió

A expectativa é da passagem de cerca de 120 mil cruzeiristas pela capital alagoana a partir de dezembro (Kaio Fragoso)

Alagoas contará com 23 navios durante a temporada de cruzeiros 2021/2022, todos fazendo escala no Porto de Maceió. O número é 155,5% maior do que o da última temporada (2018/2019), quando nove navios atracaram no Estado. A expectativa é da passagem de cerca de 120 mil cruzeiristas pela capital alagoana a partir de dezembro.

Com a conclusão das obras do terminal de passageiros do Porto de Maceió, Alagoas terá seu primeiro teste de embarque e desembarque de passageiros no dia 8 de dezembro, com o navio MSC Seaside, que irá atracar vindo de Recife, com destino a Salvador.

“O Nordeste hoje é o principal destino doméstico dos cruzeiros no Brasil e Alagoas está inserida neste cenário, batendo na temporada 2021/2022 o recorde de recepção de navios, com 23 embarcações atracando no Porto de Maceió, trazendo visitantes e gerando receita, fortalecendo o segmento do turismo e, consequentemente, a economia de Alagoas”, afirmou o secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico e Turismo, Marcius Beltrão.

Para a temporada, a prefeitura de Maceió está elaborando o “Plano de Operacionalização de Cruzeiros Marítimos”, seguindo uma série de protocolos para proporcionar segurança em relação à Covid-19. O documento norteará a aplicação dos protocolos sanitários tanto para o embarque, quanto para desembarque de tripulantes e passageiros no porto da capital, protegendo cidadãos e cruzeiristas.

O setor – De acordo com estudo da Cruise Lines International (Clia), o setor de cruzeiros marítimos gerou cerca de US$ 154,5 bilhões de dólares de receita em 2019, empregando 1,17 milhão de pessoas no mundo. No Brasil, na temporada 2019/2020, 470 mil cruzeiristas foram embarcados, gerando um impacto econômico médio por cruzeirista nas cidades-escala de R$ 557,32.

Receba nossas newsletters
 

Todo o conteúdo produzido pelo Mercado & Eventos é protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo sem autorização do Mercado & Eventos.

Para compartilhar esse conteúdo, utilize uma das formas de compartilhamento dentro da página.