Crie um atalho do M&E no seu aparelho!
Toque e selecione Adicionar à tela de início.

Cruzeiros

Carnival Corp estuda venda da Seabourn para fundo soberano saudita

seabourn

A Seabourn começou a fazer cruzeiros em 1988 e atualmente opera seis navios navegando em destinos ao redor do mundo

A Carnival Corporation estuda a venda da armadora Seabourn. De acordo com uma reportagem da CNBC, o grupo já está em negociações para vender a linha de cruzeiros de luxo a um fundo soberano saudita. O acordo daria aos sauditas uma fatia maior da indústria de cruzeiros e aumentaria o capital da Carnival, depois que as ações da empresa de cruzeiros perderam 40% de valor de mercado nos últimos três meses.

A Seabourn começou a fazer cruzeiros em 1988 e atualmente opera seis navios navegando em destinos ao redor do mundo, incluindo o Oriente Médio. O fundo soberano saudita, conhecido como Fundo de Investimento Público, já possui uma participação de 5,1% na Carnival, que adquiriu durante o pico da pandemia de 2020.

No mês passado, a Seabourn anunciou seus mais novos itinerários para 2023 e 2024, com uma gama de viagens na Arábia e Índia, Ásia, Pacífico Sul, Austrália e Nova Zelândia a bordo de seus navios Seabourn Encore e Seabourn Odyssey. “A região que se estende da Arábia e Índia à Austrália e Nova Zelândia é uma maravilha repleta de belas belezas naturais e culturas antigas”, disse o presidente da Seabourn, Josh Leibowitz.

Receba nossas newsletters
 

Todo o conteúdo produzido pelo Mercado & Eventos é protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo sem autorização do Mercado & Eventos.

Para compartilhar esse conteúdo, utilize uma das formas de compartilhamento dentro da página.