Crie um atalho do M&E no seu aparelho!
Toque e selecione Adicionar à tela de início.

Cruzeiros

Royal Caribbean é a primeira a ser aprovada para realização de cruzeiros testes nos EUA

freedom-of-the-seas

O primeiro cruzeiro de teste aprovado será a bordo do Freedom of the Seas, de 20 a 22 de junho

A Royal Caribbean se tornou a primeira empresa de cruzeiros a receber a aprovação do Centros de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos (CDC) para operar cruzeiros de teste, etapa fundamental para retomar suas operações regulares a partir dos portos daquele país, menos de uma semana após o pedido. O primeiro cruzeiro de teste aprovado será a bordo do Freedom of the Seas, de 20 a 22 de junho.

Os cruzeiros de teste serão operados fora de PortMiami. Dezenas de milhares de pessoas se ofereceram para estas viagens. “Tenho o orgulho e o prazer de compartilhar algumas notícias brilhantes e maravilhosas como essa”, postou o presidente da Royal Caribbean, Michael Bayley, no Facebook, compartilhando a carta de aprovação do CDC.

“Após 15 meses de trabalho árduo e colaboração, a aprovação de nossos cruzeiros simulados é o mais recente passo promissor no caminho para voltar a operar nos EUA”, disse a Royal Caribbean em comunicado. “Estamos ansiosos para receber nossa equipe, nossos clientes e apoiadores de todo o mundo neste verão”, completou.

O CDC, por sua vez, afirmou que o caminho para retomar os cruzeiros nos EUA agora está aberto. “No mês passado, a liderança do CDC se reuniu várias vezes com executivos das armadoras para discutir os pedidos de operação de cruzeiros sob a Ordem Condicional de Navegação (CSO)”, disse o órgão. “O CDC e a indústria de cruzeiros concordam que o setor tem o que precisa para seguir em frente, sem obstáculos adicionais para retomar a navegação em meados do verão”.

Os cruzeiros simulados são necessários apenas para navios que não contam com a vacinação de pelo menos 98% de sua tripulação e 95% de seus passageiros – o último dos quais é difícil de fazer para empresas que atraem famílias, uma vez que crianças pequenas não são elegíveis para vacinas ainda.

Entre os requisitos dos cruzeiros simulados, está a obrigação de que passageiros em viagens-teste devam ter 18 anos e apresentem comprovante de vacinação ou documentação de que não têm alto risco para Covid-19. Além disso, todos os passageiros voluntários “devem ser informados por escrito que estão participando de uma simulação de protocolos de saúde e segurança não comprovados e testados nos EUA para fins de simulação de uma viagem de navio de cruzeiro e que navegar durante uma pandemia é uma atividade inerentemente arriscada”, completou o CDC.

Receba nossas newsletters
 

Para compartilhar esse conteúdo, por favor utilize o link https://www.mercadoeeventos.com.br ou utilizando uma das formas de compartilhamento dentro da página. Todo o conteúdo produzido pelo Mercado & Eventos é protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo sem autorização.