Crie um atalho do M&E no seu aparelho!
Toque e selecione Adicionar à tela de início.

Destinos / Política

Especialista dá 6 dicas para quem quer solicitar o visto americano ainda em 2023

visto usa banco de imagens Especialista dá 6 dicas para quem quer solicitar o visto americano ainda em 2023

Uma das dicas é só comprar seu voo após ter o passaporte com visto aprovado em mãos (Divulgação)

Os Estados Unidos estão fazendo o que podem para reduzir demora na emissão de vistos, como disse o Cônsul Geral dos EUA em São Paulo, David Hodge, durante almoço no Visit USA 2023. Apesar disso, o tempo de espera para agendamento de entrevista voltou a subir na maioria dos postos consulares, com um prazo médio de 262 dias até que uma pessoa possa comparecer a um dos consulados ou à embaixada dos Estados Unidos.

Marcelo Gondim, advogado especializado em imigração para os EUA, com mais de 20 anos de experiência em processos de green card e vistos americanos, apontou conselhos que fazem diferença para quem tem esperança de solicitar o visto americano ainda em 2023. Portanto, veja abaixo 6 dicas para quem quer solicitar visto americano ainda em 2023.

O tempo de espera vai cair novamente

Recentemente, as taxas de todos os tipos de vistos consulares ficaram mais cara, e o motivo é justamente para que a embaixada e os consulados possam contratar mais funcionários para “darem conta do recado” e ajudarem a diminuir a fila de espera para as entrevistas. E essas contratações já estão acontecendo. Atualmente, são processados cerca de 6 mil vistos por dia, somando todos os postos consulares americanos no Brasil. A meta é que, após o aumento do efetivo de funcionários estar completo, esta média suba para 8 mil vistos diariamente ainda em 2023.

Acompanhe frequentemente o website de agendamentos

Mesmo com as filas gigantescas eventualmente, a embaixada dos Estados Unidos e os consulados adicionam novos agendamentos online sem avisar, às vezes com vagas até para o dia seguinte. É sempre recomendável estar atento ao website dos agendamentos, pois novas datas e horários podem ser colocados à disposição de uma hora pra outra. Aliás, é desta forma que muitas empresas de despachantes conseguem agendamentos antecipados para seus clientes, monitorando o site de agendamentos o tempo todo.

Existem agendamentos emergenciais

Seja na Embaixada em Brasília ou nos consulados americanos em São Paulo, Rio de Janeiro, Recife ou Porto Alegre, é possível solicitar um agendamento emergencial, enviando um e-mail para a Seção Consular. No entanto, para o governo americano, emergência só é caracterizada em casos humanitários, como viagens para tratamentos de doença ou operação, casos em que um parente próximo ou cônjuge de um solicitante tenha falecido ou encontre-se enfermo nos Estados Unidos, além de solicitantes com passaportes de serviço ou diplomatas em viagem oficial pelo governo brasileiro. Infelizmente, viagens a negócios ou estudo não são consideradas emergenciais.

Não se limite a buscar datas apenas em um posto consular

Apesar do aumento do tempo de espera para entrevista ter subido muito em São Paulo, Brasília e Porto Alegre, houve diminuição nas filas dos consulados no Rio de Janeiro e em Recife (ambos com aproximadamente 100 a 150 dias de espera). Como não há nenhuma exigência do governo americano em relação a um solicitante ter que solicitar visto no posto consular mais próximo de onde reside, é perfeitamente possível que alguém que more em São Paulo, por exemplo, agende e faça sua entrevista no Rio, onde o tempo de espera está menor do que na capital paulista.

Casos de renovação costumam ser mais rápidos

Para muitas pessoas que estão apenas renovando um visto de turismo, negócios, estudo, intercâmbio ou de trabalho temporário, basta apenas agendar para comparecer a um dos Centros de Atendimentos aos Solicitantes de Vistos (CASV), sem a necessidade de ter que ir até a embaixada ou consulado em outra data posterior. Claro que, mesmo em casos de renovação, pode haver necessidade de uma entrevista adicional com um dos oficiais consulares, mas em geral a aprovação de renovações é quase automática.

Mesmo se a fila diminuir, jamais compre passagens aéreas sem ter o visto

Mesmo se tudo der certo e as filas para entrevista de vistos diminuírem nos próximos meses, é importante não se empolgar e comprar passagens aéreas. A dica é só comprar seu voo após ter o passaporte com visto aprovado em mãos. Passagens aéreas adquiridas não podem ser utilizadas como argumento para conseguir uma data de agendamento mais próxima ou para ter um visto aprovado.

Receba nossas newsletters
 

Todo o conteúdo produzido pelo Mercado & Eventos é protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo sem autorização do Mercado & Eventos.

Para compartilhar esse conteúdo, utilize uma das formas de compartilhamento dentro da página.