Crie um atalho do M&E no seu aparelho!
Toque e selecione Adicionar à tela de início.

Destinos / Feiras e Eventos / Serviços

Primeiro Polo de Ecoturismo do Sebrae é lançado oficialmente em Bonito (MS)

A iniciativa foi anunciada durante o 1º Seminário Internacional Inspira Ecoturismo, que acontece nesta quarta e quinta-feira (18 e 19) em Bonito.

A iniciativa foi anunciada durante o 1º Seminário Internacional Inspira Ecoturismo, que acontece nesta quarta e quinta-feira (18 e 19) em Bonito

BONITO (MS) – O Sebrae anunciou hoje, durante o 1º Seminário Internacional Inspira Ecoturismo, o lançamento oficial do primeiro Polo de Ecoturismo Sebrae no Brasil. A unidade regional de Bonito do Sebrae foi escolhida para sediar o centro de referência para o turismo sustentável no País, já que o município é o principal destino de ecoturismo do Brasil.

Os principais objetivos do Polo é promover e aumentar a competitividade entre os pequenos negócios, com inovação e sustentabilidade, o aproveitamento dos recursos naturais e socioculturais de maneira consciente, o apoio da comunidade local no desenvolvimento do potencial turístico além da promoção de atendimentos, programas e ações que visem a conservação dos recursos naturais.

O anúncio foi realizado durante uma coletiva de imprensa sediada no Wetiga Hotel, na presença de autoridades como Claudio Mendonça, diretor superintende do Sebrae;  Analuiza de Andrade Lopes, coordenadora nacional de Ecoturismo do Sebrae; Josmail Rodrigues, prefeito de Bonito; Bruno Wendling, diretor presidente da Fundtur-MS; Gustavo Timo, VP da Atta no Brasil; Pollyana Pugas, VP da Abeta; e Gabriel Calderón, presidente do Comtur Bonito.

As autoridades também assinaram uma carta de intenção entre Fundtur, prefeitura de Bonito e o Sebrae para trazer o AdventureNEXT para o destino em 2023.

As autoridades também assinaram uma carta de intenção entre Fundtur, prefeitura de Bonito e o Sebrae para trazer o AdventureNEXT para o destino em 2023

Durante a coletiva, as autoridades também assinaram uma carta de intenção entre Fundtur, prefeitura de Bonito e o Sebrae para trazer o AdventureNEXT ao destino em 2023. “Este é o primeiro passo oficial manifestando de fato que queremos realizar este evento em 2023, com uma concorrência contra Colômbia. Se não em 2023, queremos o evento em 2024”, afirmou Claudio Mendonça, diretor superintendente do Sebrae.

Polo trará mais qualificação ao destino

“O polo é o primeiro e único do sistema Sebrae de ecoturismo. Nosso papel, junto com os parceiros, é mostrar os exemplos que Bonito já tem e trazer para Bonito bons exemplos ao redor do mundo. Desde consultoria personalizados para quem quer abrir o seu negócio, até a produção de conteúdo para que os profissionais possam conhecer mais sobre o assunto. É isso que estamos disponibilizando”, compartilhou Claudio.

DSC_8712

Analuiza de Andrade Lopes, coordenadora nacional de Ecoturismo do Sebrae

“Para nós, este Polo é a oportunidade de reunir o conhecimento de fazer uma rede funcionar. Nosso objetivo é usar deste know how que cada Sebrae tem para disseminar os conteúdos para que as entidades e profissionais do turismo consigam utilizar deste conhecimento para replicar as ações que tem sido feitas em Bonito, em outros destinos. Temos muitos polos de referência no Brasil e aqui em Bonito teremos este de ecoturismo, gerando soluções pro sistema Sebrae, conhecimento no tema”, explicou Ana Luiza de Andrade Lopes, coordenadora nacional de Ecoturismo do Sebrae.

“Vamos usar esta referencia que é Bonito para disseminar este conhecimento e potencializar o ecoturismo no Brasil. Temos muito potencial para crescer com o turismo. Para nós é uma oportunidade o lançamento deste polo, para trazer conhecimento e estudo sobre o assunto”, finalizou.

Bruno Wendling, diretor presidente da Fundtur-MS.

Bruno Wendling, diretor presidente da Fundtur-MS

“Esta iniciativa concretiza o posicionamento de Bonito e do Mato Grosso do Sul como o principal destino de ecoturismo do Pais e um dos melhores do mundo. O polo vem para expandir nossa capacidade de produzir informações, influenciar outros destinos e ser influenciado com outros exemplos internacionais. Queremos consolidar, de fato – com o polo – nossa posição no segmento, onde a informação estará organizada e disponível aos profissionais”, explicou Bruno Wendling.

Iniciativa ajudará Brasil a se posicionar como um destino de Ecoturismo

Gustavo Timo, Vice Presidente da Atta no Brasil.

Gustavo Timo, VP da Atta no Brasil

Gustavo Timo, VP da Atta no Brasil, também acredita que o polo irá ajudar o destino e o Brasil no seu posicionamento como um destino de ecoturismo no mercado internacional e na atração de mais turistas ao Estado. “As belezas naturais no Brasil são incríveis mas falta posicionamento de mercado lá fora e operadores capazes de transformar este potencial em produto. Enxergarmos esta lacuna de competência e o polo vem de maneira assertiva, tendo o Sebrae como gerador de negócios e disseminador de conhecimento. É um passo importante para o Brasil exercer este potencial todo que tem em desenvolvimento de destino e em atração de turistas”.

 Gabriel Calderón, presidente do COMTUR Bonito.

Gabriel Calderón, presidente do Comtur Bonito

“Estamos materializando o que muita gente esperava por muito tempo. Tem sido um caminho árduo mas estamos contente porque Bonito está se destacando cada vez mais, graças aos esforços de todos nós. Hoje, Bonito precisa de uma qualificação de mão de obra e este é o primeiro passo de uma grande caminhada, que renderá grandes frutos pro nosso município”, complementou Gabriel Calderón, presidente do Comtur Bonito.

Observatório fornecerá dados assertivos para empresários locais

O Polo também contará com um observatório, que tem como objetivo captar dados sobre o turismo na região. “O observatório nos ajudará muito para que a gente consiga usar indicadores e trabalhe de forma mais inteligente no segmento, fornecendo mais auxílio aos empreendedores”, explicou Analuiza de Andrade Lopes, coordenadora nacional de Ecoturismo do Sebrae.

Pollyana Pugas, Vice Presidente da ABETA.

Pollyana Pugas, VP da Abeta

“O polo em Bonito se torna mais um ponto de referência não só pela própria potencialidade do local mas pelos muitos empresários que entendem o que é trabalhar com responsabilidade e segurança e se encontram no município hoje”, ressaltou Pollyana Pugas, Vice Presidente da Abeta.

A Fundtur já possui seu próprio observatório a cinco anos, mas acredita que o observatório de ecoturismo em Bonito será mais uma ferramenta para o avanço do desenvolvimento turístico no destino.

“Nosso observatório está bem adiantado, com o BI próprio onde conseguimos analisar dados atuais de movimentação turística, comportamento dos viajantes e também realizar a antecipação de cenário para os próximos meses. Junto com os dados do observatório do Sebrae, teremos à disposição dados altamente qualificados que vão ajudar o empreendedor e os investidores a entenderem mais do mercado e a terem uma visão estratégica de como usar estas informações ao seu favor, à favor do seu negócio e do destino”, finalizou Bruno Wendling.

Receba nossas newsletters
 

Todo o conteúdo produzido pelo Mercado & Eventos é protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo sem autorização do Mercado & Eventos.

Para compartilhar esse conteúdo, utilize uma das formas de compartilhamento dentro da página.