Crie um atalho do M&E no seu aparelho!
Toque e selecione Adicionar à tela de início.

Agências e Operadoras / Fotos / Vai e Vem

Abracorp anuncia resultados do trimestre e elege novo presidente; veja

Affonso Nina, Brunno Bernardes, Luis Vabo, Rubens Schwartzmann, Carlos Prado, Eduardo Vasconcellos, e Sérgio Linares Vieira

Affonso Nina, Brunno Bernardes, Luis Vabo, Rubens Schwartzmann, Carlos Prado, Eduardo Vasconcellos, e Sérgio Linares Vieira

Rubens Schwartzmann é o novo presidente do Conselho Administrativo da Associação Brasileira de Agências de Viagens Corporativas (Abracorp). A escolha foi feita na manhã desta quinta, dia 28, durante reunião dos associados. Junto com ele, a nova gestão conta com Carlos Prado, da Tour House, como vice-presidente, Afonso Nina (CWT), Brunno Bernardes (Hostway), Sérgio Linares (BK21), Luis Vabo (Solid) e Eduardo Vasconcellos (Kontik) como conselheiros.

Segundo o presidente, o novo Conselho se reunirá em breve para traçar um novo plano estratégico para a Associação. A ideia é adequar a entidade aos novos desafios e necessidades dos associados. “Quando foi fundada, a Abracorp tinha um plano, mas ao longo dos anos é preciso revitalizar esse plano e avaliar os objetivos. O mercado mudou muito e precisamos fortalecer cada vez mais o papel do agente de viagem corporativo”, disse.

De acordo com o vice-presidente, a Abracorp esta otimista com o mercado que parece ter recebido uma nova confiança. “Temos certeza que os resultados não serão de crescimento como aconteceu até então, mas acreditamos numa melhora do cenário”, afirmou. Ainda segundo ele, a entidade irá ouvir as demandas dos associados para poder atender melhor seus anseios.

Resultados – No primeiro trimestre do ano a Abracorp registrou um resultado financeiro de R$ 2.386.371.269, queda de 12,1% em relação ao mesmo período do ano anterior. Os segmentos mais afetados foram transfer (-28,2%), serviços diversos (-21,1%), hotelaria internacional (-16,3%), aéreo doméstico (-13,9%), aéreo internacional (-11,1%), hotelaria nacional (-8,6%), eventos (-8,4%) e locação (-2,3%).

Força do setor – Para Schwartzmann, o governo sempre deu pouca importância para o setor. Porém, percebeu sua importância quando no caso do imposto sobre remessas o setor se uniu para reivindicar seus direitos. O corporativo representa 65% do setor de viagens, e é menos atingido por crises já que os empresários precisam buscar novos negócios para continuar no mercado. “Vamos trabalhar próximos a Abav e outras entidades buscando sinergias para fazer valer o valor do setor”, declarou.

Tecnologia – Em relação aos desafios, o principal para o presidente é acabar com o faturamento. Em breve a entidade apresentará sua parceria com a Mastercard para a implantação de uma nova tecnologia B2B para melhoria dos meios de pagamentos. “A tecnologia irá gerar um número de cartão virtual para cada transação, que expirará em determinado tempo obrigando os fornecedores a transmitirem pagamentos e evitando fraudes”, comentou. O piloto do projeto será lançado no 2º semestre do ano.

Receba nossas newsletters
 

Todo o conteúdo produzido pelo Mercado & Eventos é protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo sem autorização do Mercado & Eventos.

Para compartilhar esse conteúdo, utilize uma das formas de compartilhamento dentro da página.