Crie um atalho do M&E no seu aparelho!
Toque e selecione Adicionar à tela de início.

Aviação

Avianca deixa Chapter 11 com plano de chegar a 200 rotas e 130 aeronaves

Boeing 787 Dreamliner da Avianca

Avianca espera quase dobrar sua malha, expandindo para quase 200 rotas na América, até 2024

A Avianca concluiu com sucesso seu processo de reestruturação financeira e emergiu do Chapter 11 como uma companhia aérea mais eficiente e financeiramente sólida, com redução da dívida e mais de US$ 1 bilhão em liquidez. Depois de 18 meses de recuperação judicial nos Estados Unidos, a Avianca renova seu modelo de negócios para ser significativamente mais eficiente a partir de agora.

“Este é um dia importante para a Avianca. Temos o prazer de sair desse processo com sucesso, com uma empresa em situação financeira mais sólida que continuará a servir todos os seus clientes e voar por muitos anos. Esperamos continuar executando nossa nova visão de negócios e capitalizando a recuperação na demanda de viagens para impulsionar nosso sucesso futuro”, disse Rohit Philip, diretor Financeiro da Avianca.

“Esperamos um futuro de sucesso, à medida que vamos construindo a história da Avianca. Agradecemos o apoio do nosso clientes, parceiros e financiadores ao longo deste processo. Também quero agradecer ao nosso povo por seus compromisso de fornecer serviço ininterrupto a todos os clientes e cujo trabalho árduo nos permitiu conclua este processo de forma eficiente. Tenho certeza de que estamos bem posicionados para ser um companhia aérea altamente competitiva e de sucesso”, complementou Adrián Neuhauser, presidente e CEO da Avianca.

Futuro da Avianca terá 200 rotas e frota de 130 aeronaves

  • Preços mais competitivos: a empresa oferecerá preços mais competitivos e permitirá que os clientes personalizem suas taxas e paguem os serviços e a flexibilidade de que precisam.
  • Uma das redes mais robustas da América Latina e a mais forte da Colômbia: durante os próximos três anos, a Avianca espera quase dobrar sua malha, expandindo para quase 200 rotas na América. Grande parte das novas rotas será ponto a ponto. A rede terá uma frota de mais de 130 aeronaves até o final de 2025 com assentos reconfigurado e de geração mais leve, o que permitirá à Avianca reduzir a pegada de carbono de suas operações e contribuir para o descongestão do aeroporto, aumentando sua eficiência.
  • Mais assentos: a Avianca está comprometida em investir mais de US$ 200 milhões na renovação dos assentos de sua frota de A320, que incluem três novos tipos – Premium, Plus e Economy – para fornecer maior conforto, operar com mais eficiência e oferecer preços mais competitivos.
  • Boeing 787 para voos de longo alcance: Dreamliner em rotas de longo alcance, por sua capacidade, característica, eficiência e conforto, considerada a melhor opção para a companhia.
  • O melhor programa de fidelidade da região e salas VIP: com o programa de passageiro frequente. Os clientes LifeMiles, Avianca, poderão continuar a acumular milhas e a utilizá-las em toda a rede de a companhia aérea e seus parceiros. Além disso, os clientes continuarão desfrutando das salas VIP.
  • Membro da Star Alliance: a empresa continuará a ter o apoio da Star Alliance, fornecendo aos seus clientes conectividade para 1,3 mil aeroportos em todo o mundo.

Roberto Kriete, presidente do Conselho de Administração acrescentou: “Estamos muito orgulhosos do trabalho que a Equipe Avianca, e isso levou a empresa a sair do C11 a tempo, como uma organização mais forte. Embora estejamos no caminho certo para a recuperação, devemos permanecer cautelosos com progresso da pandemia que ainda não terminou”, disse.

Nova holding terá sede no Reino Unido

De acordo com o plano de reorganização aprovado, os novos acionistas irão investir no Avianca Group International Limited, uma nova holding, que terá sede no Reino Unido e se consolidará com os investimentos do grupo em todas as suas subsidiárias (incluindo Aerovías del Continente Americano, sua subsidiária na Colômbia e a TACA International, sua operação na América Central).

De acordo com o plano de reorganização aprovado, os novos acionistas irão investir na nova holding Avianca Group International Limited, que terá sua sede no Reino Unido. A holding anterior, Avianca Holdings, tinha sede no Panamá.

Receba nossas newsletters
 

Para compartilhar esse conteúdo, por favor utilize o link https://www.mercadoeeventos.com.br ou utilizando uma das formas de compartilhamento dentro da página. Todo o conteúdo produzido pelo Mercado & Eventos é protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo sem autorização.