Crie um atalho do M&E no seu aparelho!
Toque e selecione Adicionar à tela de início.

Aviação

EUA: ganhos das aéreas mais do que triplicam e chegam a US$ 25,6 bilhões em 2015

É o sexto ano consecutivo de lucros registrados pela indústria de aviação comercial dos EUA

americandeltaunited

As três maiores aéreas impulsionaram o lucro líquido registrado pelo grupo de 25 companhias dos EUA

Um segmento exemplo de lucros exorbitantes! É assim que podemos classificar a indústria de aviação comercial dos Estados Unidos que, pelo sexto ano consecutivo, comemora ganhos recordes. De acordo com os números divulgados pelo Departamento de Transporte dos EUA (DOT, em inglês), as companhias aéreas juntas registraram lucros exorbitantes em 2015 que chegaram a US$ 25,6 bilhões.

Este número é mais que o triplo registrado em 2014, quando as empresas de aviação comercial registraram um lucro combinado de apenas US$ 7,5 bilhões. Com base nos resultados de 25 companhias, desde 2012 os ganhos somados chegam aos incríveis US$ 98 bilhões.Boa parte deste ganho é graças ao baixo preço do combustível em todo mundo, que está cerca de 35% abaixo do que era praticado nos últimos anos.

De acordo com o DOT, somente o custo operacional menor por conta do QAV (Querosene de Aviação) foi responsável por um lucro estratosférico de US$ 25 milhões, isso já descartando os ganhos referentes a outros setores, apostas e estratégias da companhia para o ano de 2015. Apesar da queda no preço dos bilhetes para o menor valor em cinco anos, a demanda cresceu e cada vez mais as pessoas utilizam o transporte aéreo nos EUA.

Além do ganho bilionário por conta do baixo valor do combustível, o que diminui drasticamente o custo operacional anual das companhias, fatores como taxas extras de bagagens, de escolha de assentos e troca de bilhetes também são responsáveis por impulsionar o lucro líquido de toda a cadeia do transporte aéreo norte-americana. Ao todo, mais de US$ 7 bilhões foram gastos com taxas extras em 2015.

Por falar no ano passado, se formos dividir por trimestre, os três melhores meses do ano para a indústria de aviação dos EUA foram entre julho e setembro, quando os ganhos chegaram aos incríveis US$ 9 bilhões. Já o último trimestre também tem o seu devido valor: lucro registrado de US$ 7,7 bilhões entre outubro e dezembro.

Receba nossas newsletters
 

Todo o conteúdo produzido pelo Mercado & Eventos é protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo sem autorização do Mercado & Eventos.

Para compartilhar esse conteúdo, utilize uma das formas de compartilhamento dentro da página.