Crie um atalho do M&E no seu aparelho!
Toque e selecione Adicionar à tela de início.

Aviação

Líder no estado: Azul chega a 12 aeroportos e 231 decolagens em São Paulo

Jonh Rodgerson, juntamente com Vinicius Lummertz, secretário de Turismo de São Paulo, e João Doria, governador de São Paulo, durante o anúncio de novos voos para Araraquara e Guarujá

John Rodgerson, juntamente com Vinicius Lummertz, secretário de Turismo de São Paulo, e João Doria, governador de São Paulo, durante o anúncio de novos voos para Araraquara e Guarujá. (Foto: Eric Ribeiro)

Após anúncios de novos voos de Gol e Latam, foi a vez da Azul expandir ainda mais sua malha aérea pelo interior de São Paulo, incentivada pela redução do ICMS sobre o querosene de aviação (QAV), anunciada pelo governador João Doria Junior em fevereiro. Em evento realizado no Palácio dos Bandeirantes na tarde desta quinta-feira (18), a aérea anunciou novas rotas para Araraquara e Guarujá.

“Não é um voo, é um conjunto de frequências de voos regulares para estes destinos, o que muda a história da economia destes municípios a partir desta condição criada pelo Governo do Estado de São Paulo”, destacou o governador João Doria Durante o anúncio.

Com os novos voos, a Azul passa de dez para doze o número de aeroportos em que opera no estado. Os destinos anunciadas se juntam a Viracopos (Campinas), Congonhas, Guarulhos, Bauru, Marília São José dos Campos, São José do Rio Preto, Ribeirão Preto, Presidente Prudente e Araçatuba. Além disso, a companhia chegará a 105 destinos.

“Baixando o custo de impostos ajuda muito para baixar tarifa e ter mais pessoas viajando. Nos últimos anos crescemos fora do estado de São Paulo e agora estamos a voltar a crescer dentro. Vamos ter mais 200 voos semanais e novos destino”, destacou John Rodgerson, presidente da Azul, após o anuncio. Com as novas rotas, a Azul passará a contar com 36 novos voos diários entre os destinos e um total de 231 decolagens a partir dos 12 aeroportos

O Aeroporto de Araraquara contará com um voo diário para Viracopos, em Campinas, previsto para iniciar operações em 1º de setembro. Já em Guarujá (Santos) haverá voos para os aeroportos Santos Dumont, no Rio de Janeiro, Confins, em Minas Gerais, e Curitiba. A previsão do governador é de que as operações na Baixada Santista iniciem em 1º de outubro. As novas operações serão realizadas pelo ATR 72-600, com capacidade para 70 pessoas.

A cidade pernambucana, que é o centro de conexões da Azul no Nordeste do país, terá ligações diretas para Paulo Afonso; já a capital paranaense contará com novo mercado inédito para Lages

ATR72-600 Azul fará as novas operações.

No caso de Guarujá, as operações ainda dependem de obras estruturais, que serão realizadas pelo governo, além da concessão do terminal. A expectativa é de um investimento de R$ 68 milhões no terminal. “São pequenos ajustes e o terminal já pode operar nestas condições. Em um ato continuo com a concessão do aeroporto, nos teremos um investimento de R$68 milhões que vai dar estabilidade para o crescimento econômico e criar o hábito , que será fortalecido por campanhas”, explicou Vinicius Lummertz, secretário de Turismo de São Paulo.

Questiona