Crie um atalho do M&E no seu aparelho!
Toque e selecione Adicionar à tela de início.
De acordo com a legislação atual, informamos que a nossa empresa NÃO utiliza cookies para melhorar experiências a quem nos acessa. Por favor leia nossa Política de privacidade e saiba mais sobre a transparência e Governança Corporativa da nossa organização.
OK

Cruzeiros

CDC reduz nível de alerta contra Covid-19 para viagens de cruzeiro nos EUA

port canaveral divulgação

Passageiros que não estão totalmente vacinados devem ficar em quarentena por sete dias após a viagem de cruzeiro se receberem um resultado negativo no teste

O Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) dos Estados Unidos reduziu seu “nivel de alerta” para passageiros de navios de cruzeiro não vacinados do Nível 4 para o Nível 3. A mudança de “Nível 4: muito alto de Covid-19” para “Nível 3: alto de Covid-19” agora faz com que o CDC recomende apenas que os viajantes que estão completamente vacinados contra a Covid-19 evitem cruzeiros fluviais e oceânicos.

Autoridades de saúde também disseram que, devido à facilidade de transmissão em pequenas áreas, os viajantes com maior risco de doenças graves não devem viajar em navios de cruzeiro, incluindo fluviais. A atualização do CDC revela que os passageiros não vacinados que decidem fazer um cruzeiro devem fazer o teste de 1 a 3 dias antes da viagem e de 3 a 5 dias após a viagem.

Além disso, os passageiros que não estão totalmente vacinados devem ficar em quarentena por sete dias após a viagem de cruzeiro se receberem um resultado negativo no teste e 10 dias se não fizerem o teste. O CDC tinha elevado o nível de alerta para viagens de navios de cruzeiro ao seu ponto mais alto, Nível 4, em novembro de 2020.

Mesmo os viajantes vacinados devem estar ligados na retomada das viagens, já que a Celebrity Cruises anunciou na semana passada que dois passageiros do primeiro cruzeiro na América do Norte desde 2020 testaram positivo para Covid-19. Todos os passageiros da viagem foram totalmente vacinados. No início desta semana, a Royal Caribbean anunciou que a estreia do Odyssey of the Seas seria adiada até o final de julho devido a um surto de Covid-19 entre os membros da tripulação.

Receba nossas newsletters