Crie um atalho do M&E no seu aparelho!
Toque e selecione Adicionar à tela de início.

Cruzeiros

Costa Cruzeiros planeja ter seis navios em operação até o fim do ano

A Carnival Corp espera que mais de 50% de sua frota retome as operações até o final de outubro e quase 65% até o Ano Novo. Até o momento, oito das nove marcas de cruzeiros da empresa – Carnival Cruise Line, Princess Cruises, Holland America Seabourn, Costa Cruzeiros, AIDA Cruises, P&O Cruises e Cunard – retomaram as viagens de hóspedes. A única que ainda não retomou suas atividades é a P&O Cruises Australia.

costa firenze

A Costa planeja ter cinco navios em operação em outubro, com um total de seis navios em operação até o final do ano

Até o final de outubro, essas oito marcas esperam operar 42 navios. A Costa Cruzeiros, por exemplo, planeja ter cinco navios em operação em outubro, com um total de seis navios em operação até o final do ano. A Carnival Cruise Line planeja ter 13 navios navegando em outubro e um total de 17 navios até o final do ano. Já a Princess planeja ter seis navios em operação em outubro, com um total de oito até o final do ano.

A Holland America Line, por sua vez, planeja ter quatro navios em operação em outubro, com um total de seis em operação até o final do ano. Além disso, a marca anunciou planos para que todos os 11 navios da frota entrem em serviço na primavera boreal de 2022. Já a Seabourn planeja operar sua frota de seis navios até a primavera boreal de 2022, incluindo um novo navio de expedição com a primeira viagem em abril de 2022.

A marca alemã AIDA planeja ter oito navios operando em outubro e mais dois até 31 de dezembro. A P & O Cruises terá três navios operando em outubro, com outro até o final do ano. E a Cunard planeja retomar o serviço com dois navios até o final do ano, com seu terceiro retornando ao serviço na primavera de 2022.

Juntas, as marcas estão retomando as operações gradualmente e em fases, com saídas de portos nos Estados Unidos, México, Caribe, Reino Unido, Europa Ocidental e Mediterrâneo, entre outros. “Com base em nosso reinício das operações, fica claro que há uma enorme confiança em nossas marcas, nossos protocolos de saúde e segurança, e o retorno dos cruzeiros como uma das viagens mais populares do mundo”. disse Roger Frizzell, diretor de Comunicações da Carnival Corp.

Receba nossas newsletters