Crie um atalho do M&E no seu aparelho!
Toque e selecione Adicionar à tela de início.

Destinos / WTM-LA 2019

Moscou apresenta potencial turístico durante a sétima edição da WTM LA

Konstantin Akopyan, do Comitê de Turismo da cidade de Moscou

Konstantin Akopyan, do Comitê de Turismo da cidade de Moscou

SÃO PAULO – A delegação do Comitê de Turismo da Cidade de Moscou, órgão responsável por promover a capital da Rússia como destino turístico em todo o mundo, desembarcou em São Paulo para participar da edição 2019 da World Travel Market (WTM), que este ano aconteceu entre os dias 2 e 4 de abril no Expo Center Norte, em São Paulo. Esse foi o primeiro dos eventos que a delegação pretende participar este ano, para apresentar o potencial turístico da cidade no Brasil e o objetivo principal foi compreender como o público brasileiro reage a Rússia. Além disso, como parte dos esforços iniciais de divulgação, Moscou promoveu eventos em formato road show pela América Latina incluindo, além de São Paulo, as cidades de Buenos Aires (Argentina) e Santiago (Chile), a fim de apresentar o potencial do mercado turístico moscovita.

“Essa feira está sendo um experimento para coletar informações e saber como se conectar com o público brasileiro e que ações podemos fazer para capacitar agentes e operadores”, explicou Konstantin Akopyan, do Comitê de Turismo da Cidade de Moscou. Antes da passagem pelo Brasil, o comitê foi ao Chile e Argentina afim de estreitar laços com trade e contar sobre o potencial turístico de moscou. “Isso é um formato novo de divulgação para o nosso Comitê Turístico e estamos recebendo um feedback positivo. Argentina, México e Brasil foram os países que mais mandaram turistas para moscou em 2018 então queremos continuar crescendo nesse mercado, através de ações, presstrips e etc”, disse Konstantin.

A copa do mundo alterou a imagem que o resto do mundo tinha sobre o país. A capital Moscou recebeu 4,5 milhões de turistas durante a Copa do Mundo de 2018, entre eles, mais de 40 mil turistas brasileiros. “É claro que a Copa do Mundo foi uma excelente plataforma, na qual tentamos representar Moscou pra atrair mais turistas do mundo todo e os brasileiros estavam inclusos nisso. Moscou, assim como o Brasil é uma cidade muito festiva, temos eventos o ano todo”, afirmou Konstantin. “Estamos felizes que o Brasil seja o primeiro país que estamos realizando exposição e sem dúvidas vamos continuar desenvolvendo nosso relacionamento para atração de turistas para Moscou”, finalizou.

CULTURA E ENTRETENIMENTO

“Moscou é uma capital cultural, e a quantidade de festivais e atividades de entretenimento é extensa. Moscou possui mais de 400 museus, mais de 100 teatros e inúmero festivais”, afirmou Konstantin. Confira alguns dos festivais e atrações da cidade durante o ano: Festival das Estações de Moscou, Festival Internacional de Moscou “Círculo das Luzes”, Rostec – Festival Internacional de Fogos de Artifício, O Festival Musical Militar Internacional da Spasskaya Tower, Parque Zaryadye, Museu e Reserva Tsaritsyno, Centro de Cosmonáutica e Aviação no Parque VDNH, Aquário “Moskvarium” de Moscou, O Museu de Cosmonáutica, Radisson Flotilla, Garage Museu de Arte Contemporânea e Mirante Panoram360.

O principal símbolo da cultura do país, a matrioska, boneca russa caracterizada por reunir uma série de bonecas idênticas, de tamanhos variados, que são colocadas umas dentro das outras, inspirou os elementos visuais do estande de Moscou. Durante os três dias do evento, a artista modernista brasileira Simone Michelin trabalhou na produção de uma matrioska gigante de 2,5m de altura, que, após o evento, será entregue como um presente à São Paulo para ser exposto em área pública, simbolizando os laços de amizade e associação cultural entre as cidades russa e paulista. Também foram disponibilizadas mini matrioskas para que o público pintasse e levasse para casa seus próprios souvenirs personalizados.