Crie um atalho do M&E no seu aparelho!
Toque e selecione Adicionar à tela de início.

Destinos / Política

Fornatur e MTur definem medidas para evitar novas tragédias como a de Capitólio

ffeb7394-dbd7-4179-b034-c9058b28ee8b

Ficou decidido, durante a reunião, que os secretários vão elaborar, nas próximas semanas, um relatório com todas as áreas consideradas críticas e que precisam de laudos geológicos

O Fórum Nacional dos Secretários e Dirigentes Estaduais de Turismo (Fornatur) reuniu o ministro do Turismo, Gilson Machado Neto, e os secretários de todos os estados brasileiros, nessa segunda-feira (10), para tratar do acidente ocorrido em Capitólio (MG) e discutir medidas que possam ser adotadas, em nível nacional, para evitar novas tragédias na prática de ecoturismo.

Ficou decidido, durante a reunião, que os secretários vão elaborar, nas próximas semanas, um relatório com todas as áreas consideradas críticas e que precisam de laudos geológicos. O levantamento será entregue pelo Fornatur ao Ministério do Turismo. Outra medida defendida pelos dirigentes estaduais durante a reunião foi a inclusão do Turismo no Plano Nacional de Proteção e Defesa Civil.

O Fornatur ainda se colocou à disposição do Ministério do Turismo na tomada de medidas urgentes para prevenir acidentes. Após o acidente, especialistas têm alertado para a necessidade de gerenciamento de risco, controle e fiscalização das práticas de ecoturismo no País, como é o caso da Abeta. Na reunião com o ministro Gilson Machado, o Fornatur visou traçar medidas de prevenção para os acidentes naturais em cânions, cachoeiras, rios e córregos.

“Temos normas técnicas da ABNT, alguns estados que são referência nesse sentido, mas as empresas e o poder público precisam regulamentar as regras de controle e fiscalização nos municípios e, em âmbito estadual, nas unidades de conservação. É um assunto que devemos colocar em pauta urgentemente”, alertou o presidente do Fornatur e da Goiás Turismo, Fabrício Amaral.

MTur terá curso gratuito sobre turismo náutico

O ministro do Turismo defendeu a inclusão do setor no Plano Nacional de Proteção e Defesa Civil e acrescentou que o MTur finaliza preparativos para disponibilizar um curso gratuito de capacitação voltado a condutores de turismo náutico. “Essa capacitação, que nós já vínhamos desenvolvendo, é de fundamental importância. Não apenas pelo momento, mas para a inclusão no mercado de trabalho de profissionais que deem segurança ao turista”, apontou.

Também presente à reunião, o diretor do Departamento de Ordenamento, Parcerias e Concessões do MTur, José Medeiros Nicolau, defendeu empenho de estados pela adequada gestão de suas orlas. “É muito importante que os estados orientem os municípios que são detentores de orlas, seja de água doce, salgada, represa ou lago. A Marinha do Brasil vai seguir o que for parametrizado dentro do município, como limites em relação às margens”, explicou.

Receba nossas newsletters
 

Para compartilhar esse conteúdo, por favor utilize o link https://www.mercadoeeventos.com.br ou utilizando uma das formas de compartilhamento dentro da página. Todo o conteúdo produzido pelo Mercado & Eventos é protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo sem autorização.