Crie um atalho do M&E no seu aparelho!
Toque e selecione Adicionar à tela de início.

Destinos

Nova rodovia de 4.400 km pode ligar Brasil, Argentina, Chile e Paraguai

A fronteira com o Uruguai é a única que permanece aberta no momento

A iniciativa garantirá a melhoria da mobilidade entre os países, do escoamento das produções, da infraestrutura logística, bem como deve resultar no aumento no fluxo de turistas

Representantes do Paraguai, Argentina, Chile e Brasil estão estudando a “Integração dos Municípios do Corredor Bioceânico”, uma rodovia extensa – 4,4 mil quilômetros – que prevê interligar os quatro países possibilitando, ainda, a redução do atual percurso em 2 mil quilômetros.

A iniciativa garantirá a melhoria da mobilidade entre os países, do escoamento das produções, da infraestrutura logística, bem como deve resultar no aumento no fluxo de turistas. Um exemplo deste potencial é que em 2019, dos 6,3 milhões de turistas estrangeiros que entraram no Brasil, 2,7 milhões vieram da Argentina (1.954.725), Paraguai (406.526) e Chile (391.689).

“Essa iniciativa é extremante valiosa para o desenvolvimento da atividade turística em toda a região, pois estimula a estruturação de produtos turísticos integrados que poderão atrair, em especial, turistas de longas distâncias interessados em conhecer o destino América do Sul. Não podemos esquecer, ainda, do enorme ganho que termos com o desenvolvimento do turismo rodoviário, outra tendência importante para a retomada”, avaliou o ministro do Turismo, Carlos Brito.

Para apoiar o projeto, a equipe técnica do Ministério do Turismo, por meio da Secretaria Nacional de Atração de Investimentos e Parcerias (SNAIC), tem trabalhado para estruturação de Pontos de Apoio aos Viajantes (PAV) e Caravanismo, e isso passa por um detalhado diagnóstico das rodovias, das estradas vicinais e dos pontos de apoio.

Receba nossas newsletters
 

Todo o conteúdo produzido pelo Mercado & Eventos é protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo sem autorização do Mercado & Eventos.

Para compartilhar esse conteúdo, utilize uma das formas de compartilhamento dentro da página.