Crie um atalho do M&E no seu aparelho!
Toque e selecione Adicionar à tela de início.

Aviação / Curiosidades

Norwegian repatria B737 MAX 8 preso no Irã desde dezembro

Low cost Norwegian vai operar voos diretos entre Londres e Rio de Janeiro

A aeronave foi obrigada a desviar para a cidade de Shiraz, no último dia 14 de dezembro, após apresentar problemas nos motores

Após mais de dois meses preso no Irã, por conta de sanções impostas pelo presidente dos EUA, Donald Trump, o B737 MAX da Norwegian enfim conseguiu voltar para casa. A aeronave estava presa em Shiraz desde o dia 14 de dezembro e precisava de manutenção para voltar a decolar. De acordo com dados do FlightRadar, a aeronave já decolou para Estocolmo, no último dia 22, mas ainda não foi reintroduzida às operações.

A aeronave foi obrigada a desviar para a cidade de Shiraz, no último dia 14 de dezembro, após apresentar problemas nos motores durante voo entre Dubai e Oslo. Embora a Norwegian tenha mandado outra aeronave para buscar os passageiros, o MAX 8 permaneceu no Irã durante todo este tempo por falta de peça. “As sanções causam grande atraso para conseguirmos retomar o serviço da aeronave”, disse o porta-voz da aérea na época.