Crie um atalho do M&E no seu aparelho!
Toque e selecione Adicionar à tela de início.

Destinos / Hotelaria / Política / Turismo em Dados

Setor de Turismo cresce 2% em 2018; confira desempenho dos estados

Jijoca de Jericoacoara é um dos destinos mais promissores da região Nordeste

O estado do Ceará apresentou o maior crescimento no mês de dezembro, na comparação com o mesmo mês de 2017, além do segundo maior no acumulado do ano. Na foto, Pedra Furada, em Jericoacoara, no Ceará.

O Brasil registrou um crescimento de 2% na atividade turística no ano de 2018. O número foi impulsionado pelos segmentos de hotéis, transporte aéreo de passageiros e locação de automóveis. Em sentido oposto, o principal impacto negativo permanece com o segmento de restaurantes. Os dados são da Pesquisa Mensal de Serviços (PMS), divulgada pelo IBGE na última quinta-feira (14), que trouxe dados do mês de dezembro.

Os destaques ficam por conta do Espírito Santo, com incremento de 7%, seguido por Ceará (6,6%) e São Paulo (5,1%). Das 12 unidades da federação incluídas no estudo, oito apresentaram resultados positivos no acumulado do ano.

Além dos três primeiros, também apresentaram variação positiva Pernambuco (4,4%), Santa Catarina (3,8%), Goiás (2,5%) e Distrito Federal (2,1), todos com crescimento acima da média nacional, além de Minas Gerais, que cresceu 1,3%. Já os estados que apresentaram redução da atividade turística foram Paraná (-5,9%), Rio de Janeiro (-3,4%), Bahia (-1,5%) e Rio Grande do Sul (-0,7%).

Índice de atividade turística 2017/2018 (Fonte: IBGE)

Índice de atividade turística 2017/2018 (Fonte: IBGE)

DEZEMBRO

Considerando somente o mês de dezembro, o índice de atividades turísticas cresceu 1,5% na comparação com o mesmo mês de 2017. De acordo com a pesquisa, hotelaria e transporte aéreo também foram os segmentos de maior impacto positivo no mês.

O destaque fica por conta do Ceará que apresentou um expressivo crescimento de 13,5%, muito acima dos demais estados. Em segundo lugar aparece São Paulo (5,3%), que registrou pela décima vez consecutiva uma variação positiva em um mês de dezembro.

O Rio de Janeiro foi o terceiro e último estado a apresentar variação positiva (2,2%). Os demais destinos que integram a pesquisa tiveram queda no índice de atividade turística na comparação com dezembro de 2017. Os maiores retrações foram registradas em Paraná (-9,9%), Rio Grande do Sul (-5,4%) e Minas Gerais (-3,7%).

Índice de atividade turística dezembro 17/dezembro 18 (Fonte: IBGE)

Índice de atividade turística dezembro 17/dezembro 18 (Fonte: IBGE)

Na comparação entre novembro e dezembro de 2018, o País apresentou retração de 1%, quarta taxa negativa na comparação mês a mês. Regionalmente, cinco