Crie um atalho do M&E no seu aparelho!
Toque e selecione Adicionar à tela de início.

Aviação / Destinos / Hotelaria

Secretário de Turismo revela estratégias para atrair mais voos para Maceió

Milton Vasconcelos, presidente da ABIH-AL, e Jair Galvão, secretário de Turismo de Maceió

Milton Vasconcelos, presidente da ABIH-AL, e Jair Galvão, secretário de Turismo de Maceió

MACEIÓ – A capital brasileira que atualmente mais constrói hotéis precisa lidar com o desafio da conectividade. As estratégias já estão sendo desenhadas para que o fluxo de turistas para Maceió, hoje reprimido justamente por conta da faltra de voos, seja ainda maior. Em entrevista ao M&E, o secretário de Turismo de Maceió, Jair Galvão, revelou as estratégias para aumentar a oferta de assentos. 

“A conectividade é o nosso principal desafio. Hoje somos a capital brasileira que mais constrói hotéis, mas temos uma demanda reprimida de turistas justamente por conta do número de voos. Por conta disso, estamos em negociação com as aéreas, já em contato com a futura concessionária Aena, que será uma grande parceira em busca de voos, e estudamos a redução do ICMS do QAV”, frisou Jair. 

Além do fortalecimento da malha regular semanal, a Secretaria de Turismo de Maceió também busca diversificar a chegada de assentos. “Queremos atrair voos de fretamento internacionais, como provenientes de Córdoba, e expandir a parceria com a TAP para expandir nossa presença no mercado europeu. É esse mix de oportunidades que apostamos para que consigamos resolver este desafio da conectividade”, destacou o secretário. 

O presidente da ABIH-AL, Milton Vasconcelos, também compactua com a questão da conectividade. “Crescemos muito em número de leitos. Temos hoje 32 mil leitos em Alagoas, sendo que 18,5 mil estão aqui em Maceió. Agora a questão da conectividade eu acredito que vai ser resolvida em conversa com as companhias aéreas, porque Maceió é muito bem demandado mas o que falta são aeronaves. Hoje nosso maior desafio é mesmo a malha aérea”, finalizou