Crie um atalho do M&E no seu aparelho!
Toque e selecione Adicionar à tela de início.

Aviação

Singapore Airlines volta a operar o voo mais longo do mundo entre Singapura e NY

A350900ULR SINGAPORE

Aeronave não conta com classe econômica

Após mais de três anos de planejamento, decola nesta quinta-feira (11), do Aeroporto Internacional de Singapura, o que passa a ser o voo mais longo do mundo. A responsável pela operação é a Singapore Airlines, que recebeu o primeiro o 1º A350-900ULR agora em meados de setembro e está pronta para voar entre as cidades de Singapura e Nova York. A rota se torna a mais longa do mundo atualmente, ultrapassando a rota Sydney-Dallas/Fort Worth, operada pela Qantas.

O trabalho em cima de uma aeronave que teria um maior alcance faz com que a companhia volte a operar a rota entre Singapura e Nova York, em um voo que chega as 19 horas. O alcance da aeronave é de exatas 9.700 milhas náuticas (17.964km), uma folga considerada grande para o que a companhia sonhava em ter há três anos atrás. Isto porque, “apenas” 15.288km separam as duas cidades.

A aeronave está preparada para transportar 161 passageiros, sendo 67 na Business e 94 na Economy Premium, e não possui classe econômica. “Ultrapassamos os limites com está nova aeronave que expande nossos voos de longo alcance para novos destinos”, disse Goh Choon Phong, CEO da Singapore.