Crie um atalho do M&E no seu aparelho!
Toque e selecione Adicionar à tela de início.

Cruzeiros

CEO do WTTC faz apelo para CDC deixar de contraindicar cruzeiros nos EUA

Porto de Miami, um dos mais movimentados dos Estados Unidos

WTTC fez um apelo para que o CDC pare de implementar “medidas prejudiciais e desnecessárias” para a indústria de cruzeiros

Embora tenha celebrado o fim da ordem de navegação condicional (CSO) para navios de cruzeiro nos Estados Unidos, implementada pelo Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos EUA (CDC), a CEO do World Travel & Tourism Council (WTTC), Julia Simpson, em participação na Fitur Trade Fair, em Madri, considerou injusto o órgão continuar com os níveis elevados de risco de Covid-19 para viagens de cruzeiro.

“Embora parabenizemos com o fim da ordem de navegação condicional, a decisão do CDC de continuar com os avisos de saúde de viagem elevados não faz sentido”, disse Simpson, que lembrou ainda que as armadoras têm sido extremamente proativas quando se trata de segurança. “A indústria de cruzeiros provou repetidamente que seus protocolos atingem taxas significativamente mais baixas de ocorrência de Covid-19 do que em terra”, disse ela.

Julia fez um apelo para que o CDC pare de implementar “medidas prejudiciais e desnecessárias” para a indústria de cruzeiros. “As armadoras têm um excelente histórico de saúde e segurança, e os cruzeiros continuam a oferecer experiências de viagem extraordinárias”, finalizou a CEO do WTTC.

Fonte: TravelPulse

Receba nossas newsletters
 

Todo o conteúdo produzido pelo Mercado & Eventos é protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo sem autorização do Mercado & Eventos.

Para compartilhar esse conteúdo, utilize uma das formas de compartilhamento dentro da página.