Crie um atalho do M&E no seu aparelho!
Toque e selecione Adicionar à tela de início.

Destinos / Política / Serviços

Desenvolve SP financia R$ 148,5 milhões para setores de turismo e gastronomia

Entre os destinos brasileiros, São Paulo ocupa a primeira posição

Deste montante, R$ 29,2 milhões foram destinados para projetos de investimento, pouco mais de 50% do total

Para auxiliar os segmentos de turismo e gastronomia, que estão entre os mais impactados pela crise sanitária causada pela Covid-19, o estado de São Paulo reduziu o ICMS para bares e restaurantes de 3,69% para 3,2%, beneficiando 250 mil empresas, e ampliou o financiamento para os setores. Já o Desenvolve SP desembolsou R$ 148,5 milhões em linhas de crédito para hotéis, agências de viagem, bares e restaurantes, entre março de 2020 a março deste ano.

O presidente do Desenvolve SP, Sergio Gusmão Suchodolski, afirmou que as linhas de crédito do banco do empreendedor foram essenciais para evitar que milhares de empreendimentos dos setores turísticos e gastronômico encerrassem as atividades durante a crise.

“Os setores de turismo e gastronomia foram muito prejudicados durante a pandemia. O Desenvolve SP cumpriu a sua parte de ser um agente anticíclico e atuou efetivamente para auxiliar os empreendedores e oferecer o suporte para que eles possam sobreviver em meio ao período turbulento da crise sanitária”, explicou.

Severamente afetada pela queda na circulação de turistas, as agências viagens financiaram R$ 19,3 milhões para capital de giro. Para o setor hoteleiro, os financiamentos totalizaram R$ 53,9 milhões e beneficiaram 82 empreendimentos.

Deste montante, R$ 29,2 milhões foram destinados para projetos de investimento, pouco mais de 50% do total. Outros R$ 24,7 milhões tiveram como finalidade capital de giro.

O volume de recursos desembolsado para o segmento de restaurantes foi ainda maior e chegou a R$ 67,6 milhões. Mais de 96% foram utilizados para capital de giro: R$ 65 milhões ao todo, distribuídos em 317 contratos. O banco do empreendedor ainda financiou mais R$ 2,2 milhões para projetos de investimento.

Já para o setor de bares, o Desenvolve SP desembolsou R$ 7,7 milhões, distribuídos em 41 contratos. Neste caso, 100% donos de bares utilizaram os recursos para capital de giro. Ou seja, os financiamentos foram usados exclusivamente para manter o negócio em pleno funcionamento.

Receba nossas newsletters
 

Todo o conteúdo produzido pelo Mercado & Eventos é protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo sem autorização do Mercado & Eventos.

Para compartilhar esse conteúdo, utilize uma das formas de compartilhamento dentro da página.