Crie um atalho do M&E no seu aparelho!
Toque e selecione Adicionar à tela de início.

Serviços

Rentcars projeta aumento de 40% nas reservas durante a Páscoa

Reservas de carros aumentaram em 26% em 2018 e devem ter um crescimento ainda maior neste ano

Reservas de carros aumentaram em 26% em 2018 e devem ter um crescimento ainda maior neste ano

A Rentcars.com está na expectativa para que a demanda pela locação de veículos na Páscoa cresça 40% em relação ao mesmo período do ano passado. Em 2018, a plataforma registrou um aumento de 26% no número de reservas no período, em relação a 2017.

O crescimento previsto para o período acompanha o bom momento do setor de locação de veículos. Segundo a ABLA (Associação Brasileira das Locadoras de Automóveis), esse mercado registrou um faturamento R$ 15,3 bilhões em 2018 e crescimento de 58% no número total de usuários. Além disso, também aumentou em 15,5% o número de locadoras em relação a 2017.

Além do bom momento do setor, o CEO da Rentcars.com, Francisco Millarch, atribui a expectativa de crescimento de locações a uma mudança de perfil do viajante que, segundo ele, não deixa para viajar apenas durantes suas férias, mas que também aproveita feriados curtos, como a Páscoa, para pegar a estrada. “A queda de preços do aluguel de veículos também é responsável por impulsionar esse aumento”, explica Millarch.

Cidades como São Paulo, Rio de Janeiro, Porto Alegre, Recife e Curitiba são os destinos com maior movimento no período. A expectativa é de que Brasília também se destaque nesse ano nos destinos nacionais. Já em relação ao mercado internacional, Miami, Orlando, Lisboa, Fort Lauderdale e Cancun são as regiões que registraram a maior demanda de aluguel de carros durante a Páscoa nos últimos anos. Em 2019, Roma é a novidade no ranking das cidades mais procuradas.

Das reservas efetuadas para o período até agora, os modelos mais procurados no Brasil são o Toyota RAV4, seguido por Renault Kwid, Hyundai HB20, Fiat Mobi e Toyota Corolla. A média de diárias nacionais em 2019 cresceu de 4 para 5 dias, em relação ao ano passado. Já a média internacional é de sete diárias.