Crie um atalho do M&E no seu aparelho!
Toque e selecione Adicionar à tela de início.

Destinos / Feiras e Eventos

Parauapebas investirá R$ 2 bilhões em infraestrutura turística nos próximos anos

DSC_0045

Rodrigo Mota, secretário de Turismo de Parauapebas

BELÉM – Um dos estandes mais visitados na 9ª edição da Fita – Feira Internacional de Turismo da Amazônia por agentes de viagem, operadores e público, sem dúvida, é o de Parauapebas. O jovem município paraense, emancipado de Marabá há 33 anos, está investindo forte em turismo de natureza e aventura, entretenimento e ecoturismo.

São mais de R$ 2 bilhões que a Prefeitura de Parauapebas destinou à Secretaria de Turismo para a realização de obras de infraestrutura e entretenimento, incluindo parque temático – que terá a mais longa tirolesa (2,6 mil metros) do Brasil, equipamentos culturais e modernização da cidade até o final de 2023, além de promoção. “A ideia é transformar Parauapebas em uma cidade moderna, sem deixar de preservar o passado, e torná-la um destino turístico de excelência”, assinalou o secretário de Turismo de Parauapebas, Rodrigo Mota.

São mais de R$ 2 bilhões que a Prefeitura de Parauapebas destinou à Secretaria de Turismo para a realização de obras de infraestrutura e entretenimento, incluindo parque temático – que terá a mais longa tirolesa (2,6 mil metros) do Brasil

O município anfitrião da 9ª edição da Fita já está cuidando dos preparativos para a 4ª Conferência Nacional dos Municípios (CNM), programada para maio de 2022, quando será realizada pela primeira vez no interior do Brasil. “Nossa presença aqui na Fita é muito importante porque divulga Parauapebas entre os municípios paraenses e com isso fazemos que seja conhecida também pela população do Pará já que este ano estivemos presentes em outras feiras e ainda não terminou”, explicou.

Convidados que passam pelo estande de 45m² de Parauapebas podem degustar um delicioso Bregão de Dois preparado especialmente pelo chef Arturo Mateus por ocasião do evento. Assim, Parauapebas, nome de origem indígena que significa “afluente raso do rio grande”, recebe seu público com hospitalidade e uma pequena mostra de seu turismo gastronômico que também faz parte das roteiros turísticos.

Roteiros

O turismo de Paraupebas organizou a região em um produto composto por cinco rotas turísticas. Os passeios são distribuídos por três agências de receptivo, especializadas nas rotas. A passagem por todas demanda um período de permanência de dez dias. Os destaques ficam por conta da Rota Indígena, que incluí visita à aldeia dos Carajás, com experiências como pintura corporal, danças típicas e culinária indígena.

A rota mais visitada é dos Carajás, considerada a principal entre as cinco. O passeio inclui trilhas, cachoeiras, cavernas e mirantes. As outras três rotas são a das Águas, com visita ao Garimpo das Pedras e a águas termais no meio da floresta com temperatura de 46ºC, a rota do búfalo, que explora o turismo rural, e o city tour.

O município também está trabalhando em conjunto com o Maranhão para a criação de uma rota turística, em um formato parecido com a Rota das Emoções, que liga Maranhão, Piauí e Fortaleza. A elaboração desta rota parte do pressuposto de aproveitar esta ligação de trem entre os dois estados.

Dados e infraestrutura

O investimento em Turismo já rendeu seus primeiros frutos em menos de dois anos. Em 2016, Parauapebas recebeu 816 turistas. Este número subiu para 6 mil no ano passado, considerando lazer e negócios, um aumento de consideráveis 735%.

A oferta hoteleira na região é de 3 mil leitos, distribuídos por 82 empreendimentos, com a presença de grandes redes. O acesso se dá pelo Aeroporto de Carajás, com voos de Azul e Gol na perna Brasília-Confins. Também é possível chegar de trem, a partir de São Luís (MA) e de transporte rodoviário. Para os próximos anos, a meta é alcançar em média, 800 mil turistas/ano.

 

Receba nossas newsletters
 

Todo o conteúdo produzido pelo Mercado & Eventos é protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo sem autorização do Mercado & Eventos.

Para compartilhar esse conteúdo, utilize uma das formas de compartilhamento dentro da página.