Crie um atalho do M&E no seu aparelho!
Toque e selecione Adicionar à tela de início.

Aviação

“Estamos voando menos que gostaríamos”, diz CEO da Latam Brasil

Jerome Cadier, CEO da Latam Airlines Brasil (Claudio Gatti/divulgação)

Jerome Cadier, CEO da Latam Airlines Brasil (Claudio Gatti/divulgação)

O presidente da Latam Brasil, Jerome Cadier, participou de uma live do jornal Valor Econômico, nesta quarta-feira (25), onde abordou as perspectivas e o otimismo da companhia aérea na retomada do Turismo no Brasil, mesmo em meio aos desafios impostos pela pandemia. O executivo lembrou que a aérea já está operando com 100% da oferta de assentos e capacidade no mercado doméstico em relação ao pré-pandemia.

Embora animador, o dado ainda se mantém abaixo da perspectiva do executivo, do início do ano, que era de superar em cerca de 15% os números de 2019.

“A Latam ganhou mais espaço no mercado interno, o volume corresponde exatamente ao do ano pré-pandemia e hoje, em decorrência da alta do combustível de aviação, custos dolarizados e influência da judicialização aérea no país, a perspectiva é de fecharmos o ano entre 5% a 7% acima de 2019. Estamos voando menos do que gostaríamos”, frisou.

“O futuro são os Boeings, mas em termos de frota, temos sempre que manter as portas abertas para a Embraer, em prol da competitividade do setor”

FROTA – Em temos de expansão de frota, o Brasil continuará com rotas trabalhadas pelas aeronaves Airbus 319, 320 e 321, já no setor internacional haverá continuidade dos Boeings 777 e 787. “O futuro são os Boeings, mas em termos de frota, temos sempre que manter as portas abertas para a Embraer, em prol da competitividade do setor”, endossa.

Contratação de até 1,5 mil funcionários

Hoje a Latam opera 50 destinos, cinco a mais que no ano pré-pandemia. A fim de repor o quadro de funcionários, que sofreu baixa em decorrência da queda no volume de operações entre 2020 e 2021, a aérea pretende fazer reposições, com estimativas de contratações entre 1000 a 1500 profissionais para diversas áreas das operações, conforme demanda.

“Esperamos uma ótima alta temporada neste ano. No Brasil ainda há um volume muito baixo de CPFs únicos voando. Antes da pandemia tínhamos meio passageiro por habitante no país, já na Europa esse número é três vezes maior”, compara.

Chapter 11

latam foto divulgação (2)

Em temos de expansão de frota, por ora o Brasil continuará com rotas trabalhadas pelas aeronaves Airbus 319, 320 e 321

A Latam entrou no Chapter 11 em 2021 a fim de criar estratégias para manter a empresa saudável, reduzir custos, que foram renegociados e baixados em 30%, além de garantir que a saída do grupo promova a estabilidade da corporação e expansão dos negócios, como explica Jerome.

“Não acreditávamos que a crise seria passageira e víamos que precisaríamos de uma estratégia para lidar com o excesso de oferta, além da concorrência mais aguerrida. Precisamos nos preparar para o pós-pandemia e a nossa discussão agora é sobre como sair do Chapter 11, coisa que acredito que alcançaremos na segunda metade deste ano”, frisa.

Conforme o executivo, há um Plano de Reorganização que já foi aprovado na Corte nos Estados Unidos, no entanto, a aérea está trabalhando para que no Chile, onde está sua sede, não haja nenhum tipo de impasse legislativo que atrapalhe sua saída do Chapter 11.

Experiência digital

Outro reflexo da pandemia foi o investimento da Latam na experiência do cliente, principalmente no que tange às funcionalidades do aplicativo. “Hoje estamos focados na estabilidade das funções disponíveis e não na criação de mais ferramentas. Nunca antes tivemos tantas emissões de bilhetes e remarcações ao mesmo tempo” diz.

“A transformação foi imprescindível, porém mais lenta do que o desejado. Neste final de semana a área do programa de fidelidade teve uma mudança no seu provedor em prol da unificação das bases. Estamos melhores do que no início, mas ainda longe do ideal”, dispara.

Receba nossas newsletters
 

Todo o conteúdo produzido pelo Mercado & Eventos é protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo sem autorização do Mercado & Eventos.

Para compartilhar esse conteúdo, utilize uma das formas de compartilhamento dentro da página.