Crie um atalho do M&E no seu aparelho!
Toque e selecione Adicionar à tela de início.
De acordo com a legislação atual, informamos que a nossa empresa NÃO utiliza cookies para melhorar experiências a quem nos acessa. Por favor leia nossa Política de privacidade e saiba mais sobre a transparência e Governança Corporativa da nossa organização.
OK

Aviação

Em meio a crise, Aeromexico descarta possibilidade de pedir recuperação judicial

A Aeroméxico é mais uma das companhias a aproveitaram o momento de procura pelo destino Cuba

A companhia mexicana decidiu tornar público o plano de não pedir recuperação judicial porque a própria imprensa mexicana começou a cogitar esta possibilidade

Apesar da crise econômica instaurada por conta da pandemia do novo coronavírus, obrigando companhias aéreas a queimarem suas reservas de caixa e reduzirem sua liquidez, a Aeromexico afirmou que não planeja entrar com pedido de recuperação judicial. Para lidar com as atuais dificuldades, a companhia mexicana afirmou que está “avaliando” alternativas para criar uma melhor posição de caixa e assim poder enfrentar e passar pela crise da Covid-19.

A Aeromexico é mais uma transportadora latino-americana a passar por este momento difícil de queda drástica de demanda, restrições de fronteiras e respostas lentas de apoio governamental a todo o setor de aviação comercial. “A companhia informa que não iniciou e nem tem a decisão de iniciar o procedimento de reestruturação sob o Capítulo 11 (Chapter 11) do Código de Falências dos Estados Unidos”, disse a Aeromexico.

A companhia decidiu tornar público o plano de não pedir recuperação judicial porque a própria imprensa mexicana começou a cogitar esta possibilidade. De acordo com a Aeromexico, que retoma voos para o Brasil no próximo dia 12 de julho, a ideia é conquistar uma posição sólida de caixa sem comprometer a malha aérea e suas operações.

Fonte: FlightGlobal

Receba nossas newsletters