Crie um atalho do M&E no seu aparelho!
Toque e selecione Adicionar à tela de início.

Aviação

Governo brasileiro aprova parceria estratégica entre Embraer e Boeing

Embraer e Boeing

A Boeing terá participação de 80% na nova empresa e a Embraer, os 20% restantes

O governo brasileiro aprovou nesta quinta-feira (10) a parceria estratégica entre Embraer e Boeing. Segundo o comunicado enviado ao mercado pela própria fabricante brasileira, a aprovação ocorre após as duas empresas terem firmado, no mês passado, os termos da joint venture contemplando a aviação comercial da Embraer e serviços associados. A Boeing terá participação de 80% na nova empresa e a Embraer, os 20% restantes.

O Conselho de Administração da Embraer agora deverá ratificar a aprovação prévia dos termos do acordo e autorizar a assinatura dos documentos da operação. Em seguida, a parceria será submetida à aprovação dos acionistas, das autoridades regulatórias, bem como a outras condições pertinentes à conclusão de uma transação deste tipo. Caso as aprovações ocorram no tempo previsto, a expectativa é que a negociação seja concluída até o final de 2019.

O governo até então mantinha cautela sobre o acordo de joint venture que fará a Boeing assumir 80% de participação, enquanto a Embraer ficará com os outros 20%, em negócios que chegam a US$ 4,2 bilhões. O acordo só inclui a parte civil da Embraer, com toda a parte militar ainda operando de forma independente.

.