Crie um atalho do M&E no seu aparelho!
Toque e selecione Adicionar à tela de início.
De acordo com a legislação atual, informamos que a nossa empresa NÃO utiliza cookies para melhorar experiências a quem nos acessa. Por favor leia nossa Política de privacidade e saiba mais sobre a transparência e Governança Corporativa da nossa organização.
OK

Feiras e Eventos

Carlos Brito: Turismo é peça-chave para a retomada

Carlos Brito, presidente da Embratur participou da abertura da BNT Mercosul

Carlos Brito, presidente da Embratur participou da abertura da BNT Mercosul

O presidente da Embratur, Carlos Brito, foi um dos participantes da abertura a BNT Mercosul 2021, que aconteceu na noite desta segunda-feira (24). Em sua fala, ele afirmou que o governo federal vê o Turismo como essencial na retomada das atividades econômicas e garantiu que até o mês de setembro o país terá toda a sua população economicamente ativa toda vacinada. “O Brasil tem sido destaque mundial na vacinação. Somos o quarto país que mais distribuiu vacinas”, disse.

E para estimular o fluxo de visitantes, Brito revelou que a sua intenção é que a agência siga na promoção do turismo nacional mesmo após o mês de julho, quando poderá a voltar a fazer promoção no exterior. “Fizemos uma grande campanha e estamos trabalhando para dar continuidade, fidelizar e estimular o brasileiro a viajar pelo país”, salientou.

Ele lembrou que em 2019 11 milhões de brasileiros viajaram ao exterior, gastando R$ 100 bilhões. O objetivo, segundo ele, é que parte desse dinheiro possa ficar no País, gerando empregos e movimentando a economia.

Secretário de Turismo de São Paulo, Vinicius Lummertz também fez uma participação online. Ele parabenizou a BNT por “ajudar a desenhar a retomada que o Turismo tanto deseja”. Para ele, a vacinação será o ponto que permitirá a volta das viagens e destacou o trabalho do governo paulista com o Instituto Butantan, que em setembro terá uma fábrica própria para produzir o IFA da Coronavac e dos esforços para a Butanvac, que aguarda autorização da Anvisa para iniciar testes em humanos.

O presidente da Anseditur, Ângelo Sanches Thurler, fez um discurso otimista. Para ele, o Brasil será a bola da vez quando a atividade for retomada no mundo todo. Por isso, ele clama que o setor se reinvente para alçar voos cada vez mais altos. “O Turismo foi o primeiro a ser atingido, mas não seremos o último a voltar” finalizou.

Receba nossas newsletters