Crie um atalho do M&E no seu aparelho!
Toque e selecione Adicionar à tela de início.

Agências e Operadoras / Destinos / Serviços

Receptivo da Costa Rica, ARA Tours passa a ter representação no Brasil

Ara Tours, novo cliente da DUO Network, chega no Brasil com objetivo de impulsionar o turismo da Costa Rica no mercado brasileiro

Ara Tours, novo cliente da DUO Network, chega no Brasil com objetivo de impulsionar o turismo da Costa Rica no mercado brasileiro

A ARA Tours – Empresa de turismo receptivo de origem suíça com escritório desde 1993 em San José, na Costa Rica, começou a ser representada pela DUO Network no Brasil. A empresa teve um crescimento acentuado em 2018, em seus mercados tradicionais, sobretudo os exigentes alemão, francês e suíço.

Animada com esse crescimento, decidiu apostar no mercado brasileiro, que considera de extrema relevância, tanto que já confirmou sua presença ILTM Latin America. Em 2019, o Turismo da Costa Rica estima receber em torno de 40 mil brasileiros, consolidando o crescimento constante nos últimos anos.

A ARA Tours aposta no mercado de luxo e na organização de viagens sob medida, além de ter excelentes acordos com os melhores hotéis boutique e de rede internacional, como o Four Seasons. “O desafio é ajudar o agente de viagens de luxo a comercializar o destino como um todo tendo o apoio de uma rede hoteleira boutique de alto nível e da ARA Tours e seus roteiros personalizados e sob medida”, diz Caroline, fundadora da DUO Network.

“É um destino completo, para os amantes do ecoturismo, com um povo encantador que busca se alimentar de modo saudável e orgânico! Logo, a Costa Rica oferece tudo que o cliente de luxo demanda com um turismo organizado e excelente infra-estrutura. Uma mistura perfeita entre um turismo slow (de desconexão do stress diário e poluição a que estamos submetidos) com o turismo ativo, de caminhadas e integração plena com a natureza. Com a expertise da ARA Tours e o apoio da DUO Network vamos impulsionar o destino e roteiros diferenciados de luxo no país, saindo do óbvio e dos itinerários tradicionais”, complementa Caroline.