Crie um atalho do M&E no seu aparelho!
Toque e selecione Adicionar à tela de início.

Curiosidades / Serviços

Confira oito tendências de viagem para 2019

Segundo pesquisa, a personalização de viagens e investimento em tecnologia são as principais tendências para o mercado em 2019

Segundo pesquisa, a personalização de viagens e investimento em tecnologia são as principais tendências para o mercado em 2019

A indústria global de viagens está experimentando uma mudança fundamental na maneira como as viagens são vendidas e como o viajante é atendido. Por isso, a Amadeus observou e identificou ativamente oito tendências para o mercado em 2019. Confira a lista abaixo.

1. EXPERIÊNCIA PERSONALIZADA

A personalização continuará a ser uma prioridade para todas as áreas da indústria de viagens.
Se você é uma companhia aérea, um hotel, agente de viagens ou gerenciador de viagens, compreender como melhor extrair as informações dos clientes a partir dos dados continuará a ser crucial para o sucesso em 2019. Agora, cada vez mais viajantes pedem por uma experiência personalizada. Empresas que querem ter sucesso devem antecipar estas necessidades dos viajantes, entender os desafios anteriores e proativamente enfrentar esses desafios usando dados, análises e business intelligence. Embora alguns players já tenham melhorado a experiência do cliente por meio de um investimento significativo em inteligência artificial e análises, temos ainda que ver isso aplicado a cada etapa da jornada do cliente.

2. AUMENTO DE CONTEÚDO RICO, INCLUINDO NDC

Enquanto a indústria se move para abranger novas abordagens para padrões de merchandising e tecnologia, como o NDC, nós veremos o crescimento contínuo de conteúdos ricos. Este é o ano da industrialização para NDC, com um número de soluções aprimoradas sendo implementadas para que as companhias aéreas e os vendedores de viagens possam oferecer e consumir conteúdo NDC. Este conteúdo virá de várias fontes, possivelmente sob diferentes modelos de negócio, por isso é fundamental que as empresas de viagens tenham as alavancas para decidir e personalizar como este conteúdo é gerenciado para o seu próprio negócio. Ter acesso a uma grande amplitude de conteúdo rico significa que os vendedores de viagens terão tudo que precisam para personalizar os serviços para todos os viajantes.

3. AGREGAR, PESQUISAR E COMPARAR

Os viajantes de hoje são consumidores inteligentes e conhecedores de tecnologia à procura de experiências únicas no clique de um botão. Eles estão exigindo o mesmo nível de escolha, serviço personalizado e consistência em canais e dispositivos para que possam comparar e escolher a opção de sua preferência. Mas com a complexa gama de possibilidades, há mais de uma oportunidade para os vendedores de viagens ajudarem ainda mais os viajantes a criarem melhores jornadas. Eles precisam das ferramentas certas que permitem efetivamente competir e oferecer estas jornadas desejadas. Assim, em 2019, agregar todo esse conteúdo será fundamental para garantir que os vendedores de viagens possam facilmente comparar e encontrar exatamente o que precisam para oferecer o nível de personalização que viajantes agora exigem.

4. MAIOR COLABORAÇÃO NA INDÚSTRIA DE VIAGEM

Na última década, desenvolvimentos em tecnologia transformaram a maneira como pesquisamos, reservamos e compartilhamos experiências de viagem. Novas tecnologias e novas maneiras de usa-las estão surgindo em toda parte. Para ficar à frente da curva e acompanhar as demandas e expectativas dos viajantes, a indústria de viagens deve colaborar. Em 2019, a tendência é ver mais APIs abertos, parcerias mais ágeis e mais co-criação para continuar a avançar com a indústria.

5. ASCENSÃO DOS MILLENNIALS COMO VIAJANTES CORPORATIVOS

De acordo com as previsões do Boston Consulting Group, os millennials serão responsáveis por quase 50% dos gastos com viagens até 2020. Tais números ressaltam a necessidade dos players da indústria de viagens aprenderem como acomodar as necessidades únicas de viagens dos millennials a fim de aproveitar este conjunto de lucro potencial. À medida que os millennials emergem como uma força eminente no consumo de viagens, a indústria deve acordar para suas novas atitudes.

6. POLÍTICAS DE VIAGEM SERÃO PRIORIDADE PARA OS GESTORES

Enquanto os modelos de negócios tornam-se mais globais, as viagens corporativas continuarão a subir. De acordo com GBTA, as empresas deverão gastar US$ 1,7 trilhão até 2022 para enviar seus empregados em viagens ao redor do mundo. Ao passo que as viagens corporativas crescem, também crescerá a tendência de ‘bleisure’, com mais empregados aproveitando-se das viagens corporativas e políticas de viagens melhoradas. Além disso, o bem-estar do viajante corporativo – saúde, felicidade e produtividade dos empregados na estrada – será uma prioridade para os gestores de viagens em 2019.

Dados de Políticas de Viagens de 2018 da Amadeus e da Lonergan apontaram que 44% dos viajantes corporativos deixariam um emprego devido à política de viagens pobre, enqu