Crie um atalho do M&E no seu aparelho!
Toque e selecione Adicionar à tela de início.

Destinos / Feiras e Eventos

Número de brasileiros na África do Sul cresce 150% entre 2023 e 2024

Dinky Malikane, do Turiamo da África do Sul (Ana Azevedo/M&E)

Dinky Malikane, do Turismo da África do Sul (Ana Azevedo/M&E)

DURBAN – O Brasil é lider na emissão de turistas para África do Sul em toda a América Latina. Segundo dados do Turismo da África do Sul, entre 2023 e 2024, 12.358 brasileiros visitaram a África do Sul, alta de 150% em comparação com o mesmo período do ano anterior, quando 4.943 turistas do Brasil entraram no destino.

Somente no mês de março de 2024 o número de brasileiros foi de 3.644, volume com 2.063 pessoas a mais em comparação com o mesmo mês de 2023, quando 1.581 viajantes estiveram no destino. O ranking conta com o Brasil na primeira posição, seguido pelo México (576), Argentina (497), Chile (232) e Venezuela (52).

“Os números estão relacionados ao excelente trabalho que nosso escritório de representação tem feito ao longo dos últimos 20 anos, mostrando o destino com consistência, criando e fortalecendo a demanda turística”

“Os números estão relacionados ao excelente trabalho que nosso escritório de representação tem feito ao longo dos últimos 20 anos, mostrando o destino com consistência, criando e fortalecendo a demanda turística. Antes da pandemia de Covid-19, recebíamos cerca de 20 mil turistas ano, e claro, que durante o período esse número caiu, mas já vemos um crescimento de mais de 100%”, disse Dinky Kgoale Malikane, gerente das Américas e Global do Turismo da África do Sul.

De acordo com o Conselho Mundial de Viagens e Turismo (WTTC), o setor do turismo sul-africano criou 1,3 milhões de empregos em 2023, cerca de 8,7% de todos os empregos. As estimativas apontam ainda, para a representação de 6,8% do setor no PIB do país, com valor de 458,9 milhões de rands, no último ano.

Conforme os dados do Turismo da África do Sul, em 2023 o país recebeu 8,5 milhões de turistas internacionais, número que representa alta de 48,9% quando comparado ao mesmo período de 2022. “Estamos realmente orgulhosos com o número de chegadas, e ainda mais por termos recebido 6,4 milhões de visitantes de países do continente africano. Temos no mercado doméstico a base do nosso setor e já registramos um volume superior ao registrado no pré-pandemia de Covid-19”, salienta Patricia de Lille, ministra do Turismo da África do Sul.

A nível mundial, o Reino Unido continua a ser o principal mercado emissor europeu, com mais de 125 mil turistas visitando o país no último ano, número que representa um crescimento de 5,3% em relação ao ano de comparação. A Alemanha também se destaca com um aumento de 9,9% nas chegadas, totalizando mais de 98 mil viajantes.

A Ásia, por sua vez, tem uma presença expressiva, com mais de 49 mil chegadas e uma alta de 25,4%, também em relação a 2023. Deste volume, somente a China foi responsável por mais de 11 mil entradas (+82%), enquanto a índia enviou mais de 16,2 mil viajantes.

Turismo doméstico em alta na África do Sul

Patricia de Lille, ministra do Turismo da África do Sul (Ana Azevedo/M&E)

Patricia de Lille, ministra do Turismo da África do Sul (Ana Azevedo/M&E)

É interessante ressaltar, que no mercado doméstico o Zimbabué (+21,8%) e Gana (+249,4%) destacaram-se pelo seu crescimento, tendo o Zimbabué registado 613 mil chegadas e Gana 7.904 chegadas respectivamente. “As viagens domésticas, em 2023, atingiram 130% do nível de 2019 e o volume de gastos aumentou 80% na comparação. Vemos que os sul-africanos realmente descobriram as belezas do país”, diz a ministra.

Vale ainda apontar, que as companhias aéreas Airlink, Emirates e Ethiopian Airlines são as principais em operação no país, além da SAA. A África do Sul tem atualmente isenção de vistos para 132 países e está a negociar a extensão desta isenção a mais 10 países, e, somente no ano passado, o sistema e-Visa foi expandido para 34 países, incluindo Índia e China.

“O Departamento de Turismo continua a trabalhar em estreita colaboração com o Departamento de Assuntos Internos e a Presidência para resolver questões de vistos. Isto é particularmente encorajador para os viajantes nacionais, mas também excelente para os viajantes internacionais”

“O Departamento de Turismo continua a trabalhar em estreita colaboração com o Departamento de Assuntos Internos e a Presidência para resolver questões de vistos. Isto é particularmente encorajador para os viajantes nacionais, mas também excelente para os viajantes internacionais que pretendem viajar por todo o nosso país. Estes esforços foram fundamentais para alcançar este grande sucesso e aumentar o número de chegadas do Quénia à África do Sul, por exemplo”, complementa.

Africa’s Travel Indaba 2024

Realizada entre os dias 13 a 16 de maio, Africa’s Travel Indaba é um evento que ocorre no Convenções Inkosi Albert Luthuli (Durban ICC), em Durban, na África do Sul, oferecendo oportunidades para o trade turístico do continente africano se conectar.

“Estamos confiantes de que a feira, neste ano, continuará sendo um ambiente propício para a geração de bons negócios”

Neste ano, participam 1.245 expositores de 26 países africanos, representando uma alta de 14% em comparação com o ano anterior, além de 1.100 compradores, representando 55 países. “Estamos confiantes de que a feira, neste ano, continuará sendo um ambiente propício para a geração de bons negócios, e por isso, 120 pequenas empresas estão participando com o apoio financeiro da do escritório de Turismo da África do Sul”, compartilha.

Receba nossas newsletters